CORONAVÍRUS

No Maranhão

4074
184668
177115
4014
ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA

Encerram hoje as inscrições para 20 processos seletivos

É necessário que os candidatos tenham ensino médio/técnico e superior, registro no conselho de classe, idade mínima de 18 anos completos

Reprodução

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Maranhão (Seap-MA) anuncia 20 Processos Seletivos que visam a formação de cadastro reserva de profissionais a fim atuarem em variadas unidades prisionais.

É necessário que os candidatos tenham ensino médio/técnico e superior, registro no conselho de classe, idade mínima de 18 anos completos até a data de inscrição, estejam em dia com as obrigações militares e eleitorais, possuam idoneidade e conduta ilibada, a ser aferida em investigação social, tenham aptidão para o exercício das atribuições do cargo, dentre outros requisitos que constam nos editais.

Vagas
Há oportunidades para os seguintes cargos e localidades:

Edital nº 240/2020: Especialista Penitenciário em Serviço Social, na cidade de Coroatá;
Editais nºs 241/2020, 242/2020, 243/2020 e 244/2020: Especialista Penitenciário em Psicologia, nas cidades de Coroatá, Açailândia, Carutapera e Cururupu.
A carga horária a ser cumprida é de 30 e 40 horas semanais e o salário base ofertado equivale a R$ 1.500 e R$ 3 mil.

Inscrição e seleção
As inscrições serão realizadas, exclusivamente via internet, no site da Secretaria, para os interessados nas vagas dos editais do nº 240/2020 ao 244/2020, as candidaturas devem ser realizadas do dia 8 até às 23h59 do dia 14 de outubro de 2020.

Vale ressaltar que não haverá taxa de participação, entretanto, os candidatos aos cargos de técnico penitenciário em enfermagem e especialista penitenciário em psicologia terão que doar um livro paradidático novo ou usado.

Como forma de selecionar os candidatos, será realizada etapa única, sendo ela: análise curricular, de caráter eliminatório e classificatório. Caso haja empate, a preferência será dada ao candidato que tiver maior pontuação atribuída em experiência profissional na área prisional.

Atribuições
Algumas das atribuições dos cargos são:

  • Técnico de Enfermagem: prestar assistência de enfermagem segura, humanizada e individualizada aos pacientes presos, sob supervisão do enfermeiro; auxiliar o superior na prevenção e controle das doenças transmissíveis em geral, em programas de vigilância epidemiológica e no controle sistemático da infecção; auxiliar em atividades de orientação relativas a higiene, alimentação, utilização de medicamentos e cuidados específicos em tratamento de saúde, entre outras;
  • Especialista Penitenciário em Terapia Ocupacional: articular com os demais setores da unidade prisional; preencher formulários, redigir e registrar a evolução nos respectivos prontuários os atendimentos prestados aos presos, bem como alimentar o sistema de informação prisional; participar da Comissão Técnica de Classificação e do Conselho Disciplinar; programar e executar as propostas apresentadas no Plano Individual de Ressocialização, acompanhando a evolução do preso; elaborar relatórios e planilhas eletrônicas e a digitação de matéria relacionada à sua área de atuação, quando solicitado, entre outras;
  • Especialista Penitenciário em Serviço Social: planejar, acompanhar, avaliar e rever a execução de atividades de orientação a presos sobre direitos e deveres, normas, serviços e benefícios sociais; identificar medidas necessárias para a minimização de problemas de desajustamentos sociais no ambiente prisional; desenvolver e propor projetos e ações na área de assistência social, nos estabelecimentos penais e em articulação com a rede de assistência nas demais localidades; emitir pareceres, laudos e estudo social e outros documentos sobre matéria de sua área, entre outras;
  • Especialista Penitenciário em Psicologia: atendimento individual; atendimento familiar; atendimento em grupo; desenvolver e implementar programas e ações de atenção, prevenção e atendimento às questões de saúde mental, álcool, crack e outras drogas ou trabalho junto a presos; coordenar e desempenhar trabalhos de caráter técnico, na sua área; emitir pareceres e laudos sobre matéria de sua área, entre outras.
    Contratação e validade
    O prazo de validade das contratações e dos Processos Seletivos será de seis e 12 meses, contados da data de assinatura e homologação do resultado final, respectivamente, com possibilidade de prorrogação.
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias