Sem negociatas

“Fui para o Flávio Dino, mas no movimento. Vou porque acredito no projeto dele… Precisava buscar um campo em que eu fosse reconhecido e visto como um bom político”, disse Gastão, acrescentando que nunca negociou cargo ou qualquer tipo de vantagem com o governador do PCdoB.

“Fui para o Flávio Dino, mas no movimento. Vou porque acredito no projeto dele… Precisava buscar um campo em que eu fosse reconhecido e visto como um bom político”, disse Gastão, acrescentando que nunca negociou cargo ou qualquer tipo de vantagem com o governador do PCdoB.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias