Os impasses e as convenções

A candidatura do senador Roberto Rocha (PSDB) ao governo do Maranhão segue retilínea, pelo interior, mesmo sem “caravanas”, mas com discurso de oposição dura ao governo Flávio Dino. A chapa majoritária, no entanto, está embaraçada. Só tem ele definido. São três pré-candidatos às duas vagas de senador e nenhum ainda a vice. Também, o PSDB […]

A candidatura do senador Roberto Rocha (PSDB) ao governo do Maranhão segue retilínea, pelo interior, mesmo sem “caravanas”, mas com discurso de oposição dura ao governo Flávio Dino. A chapa majoritária, no entanto, está embaraçada. Só tem ele definido. São três pré-candidatos às duas vagas de senador e nenhum ainda a vice. Também, o PSDB não conseguiu ainda firmar parceria de aliança com nenhuma legenda, estando, por enquanto, conversando com os nanicos Avante e PHS.

O Avante era o antigo Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB), que já nasceu no fim da década de 1980, como uma dissidência do velho PTB getulista, hoje controlado pela família do ex-deputado Roberto Jefferson. O outro, Partido Humanista da Solidariedade (PHS), elegeu cinco deputados federais em 2014 e hoje são apenas quatro. Mesmo assim, nenhuma das duas legendas definiu se vai integrar a coligação tucana.

Na chapa majoritária, os deputado José Reinaldo, Waldir Maranhão e Alexandre Almeida (estadual) não sabem quando Roberto Rocha, presidente regional dos tucanos, irá bater o martelo. Reinaldo continua percorrendo o interior sozinho, distante do candidato a governador. Waldir Maranhão já chegou a ser citado como vice, indicado por Geraldo Alckmin, mas a informação é falsa. Se não conseguir um acordo, Rocha vai deixar tudo para a convenção resolver, no dia 4 de agosto.

O presidenciável tucano Geraldo Alckmin vinha de Marabá, no Pará, sexta-feira, acompanhado de Roberto Rocha, e fez uma parada em Imperatriz, para assistir ao jogo da derrota do Brasil para a Bélgica. Foi uma conversa sem ser reunião política. Os dois não acertaram nada sobre a disputa no Maranhão, embora tenha saído fake news, como um encontro para apontar Waldir Maranhão vice de Roberto Rocha. Não foi nada disso.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias