O Grito

O cantor pop Agnaldo Timóteo está no meio de uma polêmica política, como tudo nessa fase de pré-campanha. Alguns cantores e compositores renomados da MPM se sentiram ofendidos por não serem “convidados”pelo governo e prefeitura a participarem do festejo junino de São Luís.Recusaram-se ao edital que regulamenta a participação dos grupos folclóricos e artísticos. Nos […]

O cantor pop Agnaldo Timóteo está no meio de uma polêmica política, como tudo nessa fase de pré-campanha. Alguns cantores e compositores renomados da MPM se sentiram ofendidos por não serem “convidados”pelo governo e prefeitura a participarem do festejo junino de São Luís.Recusaram-se ao edital que regulamenta a participação dos
grupos folclóricos e artísticos.

Nos festejos, foram incluídos shows de Agnaldo Timóteo e Alceu Valença, dentre outros, o que acabou virando nhenhenhém político. Repercutiu na Alema, com o “Grito” de deputados da oposição. Eles acusam Flávio Dino de trazer Agnaldo Timóteo, pagando cachê caro, “por ser do PCdoB”,e que ele não tem nada a ver com festa junina.

Acontece que Agnaldo Timóteo já foi deputado federal(dois mandatos), inclusive constituinte em 1988 quando fez o famoso discurso “Alô, mamãe!” da Tribuna da Câmara.Depois, vereador por São Paulo e do Rio de Janeiro. Transitou por sete partidos, mas nunca esteve no PCdoB. Em 2016, perdeu para vereador, com 4,5 mil votos, e abandonou a política.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias