GASOLINA

No Maranhão valor do combustível variou 2,4% em 6 meses

Levantamento da ValeCard realizado em cerca de 20 mil estabelecimentos indica alta do combustível no país. No estado a variação foi de 2,1% para mais

Reprodução

A tensão política entre os Estados Unidos e o Irã já causa impactos nas cotações internacionais de petróleo. A Petrobras anunciou queda do preço da gasolina e do diesel, puxada pela redução do preço do petróleo no mercado internacional desde a semana passada, com o recuo das tensões entre os dois países.

Segundo anúncio da Petrobras feito no início da semana, o valor da gasolina será reduzido em 3% (a partir do dia 14), nas refinarias da estatal, mesmo porcentual que será aplicado ao diesel. Segundo a Petrobras, o preço da gasolina em São Luís cotado ontem (14) sem tributos é de 1.763,50 por metro cúbico. A composição do valor final compõe os tributos alcançando a média de 4,60 no preço do litro.

No anúncio, o presidente da Fecombustíveis, Paulo Miranda Soares, destacou que para o consumidor a redução do preço deve demorar algum tempo, porque as distribuidoras têm que gerir o estoque, estimado entre 15 milhões e 20 milhões de litros. “Só baixa o preço quando a distribuidora vender o estoque que comprou mais caro. Para chegar à bomba, deve demorar 15 dias”. Em um comparativo feito com base em levantamento de preços que contempla mais de 20 mil estabelecimentos pela ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas, foi verificado que em setembro do ano passado, o litro da gasolina comum custava, em média, R$ 4,524 nos postos ; em dezembro, o valor médio foi para R$ 4,719.

No Maranhão, variação foi para mais e para menos

No estado do Maranhão, a gasolina custava em média R$ 4,56 no mês de julho do ano passado.

O combustível teve variação nos meses seguintes para mais e para menos, alcançando, em dezembro, o preço de R$4,665.

Na região metropolitana de São Luís, foram verificados os valores de R$ 4,540 (julho); R$ 4,504 (agosto); R$ 4,473 (setembro); R$ 4,508 (outubro); R$ 4,613 (novembro) e R$ 4,655 em dezembro, uma variação de 2,4% para mais.

Atualmente dá para abastecer com os valores de até R$4,27, mas há estabelecimentos em que o litro do combustível pode chegar a R$4,50, caso de postos de combustíveis na região da Cohama.

Segundo a Petrobras, o preço da gasolina em São Luís cotado ontem (14) sem tributos é de 1.763,50 por metro cúbico.  “Está uma variação grande. Pelo menos a gente tem opção. Porque tem época que os preços estão todos iguais. Vamos esperar se essa redução vai chegar para a gente aqui no estado”, comenta o vendedor Alfredo José Pinheiro.

Com valor médio de R$ 5,084, o Rio de Janeiro foi o estado que registrou maior preço da gasolina em dezembro.

No estado do Amapá, por outro lado, ultrapassa Santa Catarina na lista de menor valor médio cobrado, e chega a R$ 4,231.

Os dados mostram também que a capital com gasolina mais barata foi Curitiba (R$ 4,295), enquanto a mais cara foi Rio de Janeiro (R$ 5,076).

Pelo menos a gente tem opção. Porque tem época que os preços estão todos iguais. Vamos esperar se essa redução vai chegar para a gente aqui no estado

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias