9 mortes registradas nas operações Natal e Ano Novo

Segundo levantamento houve redução de mortes em relação ao ano anterior, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal-MA

Foto: Divulgação

De 27 de dezembro de 2019 a 1º de janeiro de 2020, 21 acidentes foram registrados nas rodovias que cortam o Maranhão, pela Polícia Rodoviária Federal, de acordo com a Superintendência Regional no Maranhão Núcleo de Comunicação Social, que deixaram 3 mortos e 23 pessoas feridas.

A notícia menos ruim da Operação Ano Novo 2019/2020 é que esse número é menor do que o registrado no ano passado (20 acidentes, 6 mortos e 33 feridos), ainda que no ano anterior o período da operação tenha sido menor, de 28 de dezembro a 1º de janeiro.

Somando-se as Operações Natal e Ano Novo, foram registrados 47 acidentes, com 57 feridos e nove mortos. No período 2018/2019, as duas operações somaram 44 acidentes, com 54 feridos e 10 mortos. Foram menos acidentes com óbitos, porém aumentou o número de acidentes e de feridos.

Observou-se também que o período do ano novo 2019/2020 foi mais tranquilo em comparação ao Natal 2019, com referência a acidentes e mortos nas estradas.
O registro da PRF mais recente foi do dia 1º (quarta-feira), quando ocorreram três acidentes, resultando em dois feridos e um óbito. Segundo o órgão, às 19h20 do dia 1⁰ de janeiro de 2020, no km 298 da BR-010 (município de Cidelândia), ocorreu um acidente envolvendo um veículo de passeio que atropelou e matou o ciclista, Francivan Moreira Silva Matos, 41 anos.

Também no dia 1⁰, às 16h, em Açailândia, durante abordagens de rotina na unidade PRF, um motociclista foi conduzido ao plantão da Polícia Civil em Açailândia por embriaguez ao volante.

“O envolvido não possuía qualquer documento de identidade e, através do seu CPF, constatou-se não ser habilitado. A motocicleta estava com o licenciamento em atraso, sendo feita a retenção eletrônica da mesma. Diante das informações obtidas foi constatada, a princípio, ocorrência de conduzir veículo com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool (embriaguez ao volante). Foi dada voz de prisão em flagrante e o envolvido foi conduzido ao plantão da Polícia Civil em Açailândia”, informou a PRF.

Outras ações

Durante o período da Operação Ano Novo foram apreendidas ainda 4 Carteiras Nacional de Habilitação. Foram cometidas 899 autos de infrações. 35 veículos foram recolhidos.

O aumento do fluxo nas rodovias federais, segundo a PRF, ficou no esperado, cerca de 30 a 40%. Em virtude das férias escolares, a atenção foi redobrada no aspecto segurança, incluindo cintos de segurança e dispositivos destinados às crianças, bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação.

A Operação Rodovida (que inclui as datas Natal Ano Novo, férias escolares e carnaval) também teve foco nas ações de abordagem e educativas que foram feitas em transportes coletivos de passageiros. Ao todo 796 pessoas foram alcançadas com esse trabalho educativo.

O intuito da operação em todo o Brasil foi evitar acidentes, combater excessos e irregularidades no trânsito. No mês de dezembro a PRF reativou radares móveis e portáteis em cerca de 5 mil quilômetros de rodovias brasileiras. Segundo a instituição, a polícia tem os equipamentos e “está orientada a incluir a fiscalização de velocidade em seu planejamento operacional”.

A iniciativa abrange 500 trechos de 10 km de extensão e marcou a retomada de uma prática que havia sido suspensa pelo presidente Jair Bolsonaro em agosto. A ordem proibia o uso de radares móveis de fiscalização em rodovias federais, mas o Juiz Marcelo Gentil Monteiro, da Primeira Vara Federal Cível do DF, em resposta a um pedido do Ministério Público Federal, questionou a decisão de Bolsonaro e implementou a volta dos equipamentos de fiscalização.

2019

  • Acidentes – 47
  • Feridos – 57
  • Mortos – 09

2018

  • Acidentes – 44
  • Feridos – 54
  • Mortos – 10
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias