UBER PAROU?

Manifestação internacional de motoristas Uber não afeta usuários de São Luís

Motoristas de aplicativo Uber realizam manifestação para reivindicações

Foto Reprodução

Na manha de hoje (8), motoristas de aplicativo Uber aderiram à manifestação internacional da categoria para reivindicar alguns direitos e reclamar de condições de trabalho a qual eles são sujeitos.

Segundo a categoria, entre as muitas reivindicações, está a visualização do perfil dos passageiros por medida de segurança. “Muitos já sofreram assaltos, violência física e até mesmo foram assassinados”, é o que afirma Carlos Magno, motorista do aplicativo.

 A manifestação Uber começou as 8h da manha de hoje e deve prosseguir até as 8h de amanhã. São 24 horas para pedir que suas solicitações sejam atendidas. Diogo Ávila, também motorista do aplicativo reclama das taxas abusivas que são  cobradas  pela empresa, que segundo ele, é de 25 a 50%.

“Estamos reivindicando também a possibilidade de saber o destino do passageiro e também a redução do tempo de espera do passageiro de cinco minutos para 3 minutos” afirma Diogo, que também reclama do reajuste dos valores das viagens levando em consideram o aumento constante do preço do combustível.

Outros não aderiram à manifestação, é o caso do José Carlos, que afirma não saber que motoristas de São Luís iriam ter participação na manifestação. “Eu vi que iria ter a paralisação em países como Estados Unidos e também em países da Europa. Mas, não sabia que o Brasil também iria aderir”, afirma.

“A manifestação foi elaborada através de redes sociais” é o que afirma Diogo Ávila, e que portanto, os motoristas que ainda estão de serviço no dia de hoje tratam-se de funcionários novos que não tiveram ainda conhecimento sobre a paralisação.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias