MEIO AMBIENTE

Revista Vogue faz guia de Atins, mas promove festa irregular

A primeira dica do guia da revista norte-americana é evento que foi multado pela Secretaria de Meio Ambiente

Foto: Reprodução

A renomada revista de moda Vogue, dos Estados Unidos, publicou um “guia local” sobre Atins e os Lençóis Maranhenses, ressaltando os passeios, restaurantes e pontos turísticos da região, assim como sua paisagem paradisíaca.

No entanto, o veículo norte-americano, entre uma série de informações ao turista, resolveu promover também em sua matéria uma festa eletrônica feita sem as devidas autorizações do poder público. No início do mês, O Imparcial conversou com órgãos responsáveis pelo licenciamento ambiental da festa Mareh Music, que afirmaram a falta de licenças necessárias para realização do evento.

Veja Também

A Superintendência de Patrimônio da União afirmou que, embora tenha orientado a organização da festa a pedir autorização, a solicitação não foi feita. Já a Secretaria de Meio Ambiente do Maranhão (SEMA) disse que o evento foi feito à revelia de autorização do Estado.

O Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) negou a realização da festa dentro da área do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, que é uma Unidade de Conservação da União. Com o deferimento, a festa Mareh Music realizou o evento na Ilha de Cuba, ao lado dos limites do Parque, e foi multada pela SEMA.

Está é a Ilha de Cuba. A linha vermelha representa os limites do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Ao lado está o local da festa (Imagem: ICMBio)

Os moradores da vila de Atins abriram um processo no Ministério Público Federal contra a Mareh Music e também questionaram a Prefeitura de Barreirinhas, que deu aval ao evento.

A jornalista Laird Borrelli-Persson, autora da matéria, teria participado da festa Mareh Music 2019, segundo informações dos moradores da vila – muitos deles estrangeiros que acompanham as publicações da revista internacional.

No artigo, ela explica que a festa Mareh Music, para não perder a originalidade, a cada dois anos procura um lugar novo para realizar o evento. Isto significa que a balada eletrônica irá se repetir em Atins na virada do ano de 2019 para 2020.

O evento levou à região cerca de 300 pessoas por dia e contabilizou 600 na noite mais cheia, a do réveillon. Este último número corresponde a mais de um terço da população da vila de Atins e de três comunidades do entorno, que somam, juntas, 1,5 mil habitantes.

Confira a denúncia completa de 10 de janeiro de 2019.

Resposta Mareh Music

Em resposta à reportagem do dia 10 de janeiro, Luiz Roselli, organizador da festa, disse: “Entramos sim em contato com a Superintendência de Patrimônio da União, que ficou de dar retorno e desapareceu. Não houve nenhuma orientação, nem por parte deles, nem por ninguém, sobre a necessidade de aval pela Secretaria de Meio Ambiente do Maranhão”.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS