TRAGÉDIA

Sargento do Corpo de Bombeiros mata vizinho em São Luís

As primeiras informações dão conta que o sargento do Corpo de Bombeiros, identificado como Jedson Raimundo de Araújo Diniz, de 44 anos, atirou em duas pessoas

Foto: Reprodução

Foi registrado no fim da manhã de hoje, 31, um homicídio na rua Dr. Emiliano Macieira, no bairro Ivar Saldanha, em São Luís. Um desentendimento entre os vizinhos, foi a motivação do crime.

As primeiras informações dão conta que o sargento do Corpo de Bombeiros, identificado como Jedson Raimundo de Araújo Diniz, de 44 anos, atirou em duas pessoas, Carlos Magno Pereira, 47 anos, que tinha transtornos mentais e veio a óbito; e Paulo Magno Pereira, irmão de Carlos Magno, que foi atingido com um tiro na perna e está hospitalizado no Socorrão I.

Segundo o delegado Joviano Furtado, titular do 2º DP no João Paulo, os vizinhos já se desentendiam desde 2016. Quando Carlos e Paulo denunciaram que o carro do sargento Jedson estava sendo usado para realização de assaltos. ” A rixa entre os vizinhos acontecia desde 2016. O sargento Jedson veio nos comunicar que os vizinhos, Carlos Magno e Paulo Magno estavam ligando para o Ciops, alegando que o carro do sargento estaria realizando assaltos. Alguns policiais se deslocaram ao local, para entregar as intimações para Carlos, paulo, assim como a irmã deles. Assim que receberam, Paulo e Carlos Magno foram até a porta da casa do sargento Jedson Raimundo e atiraram várias pedras. O sargento ao ver que sua casa estava sendo apedrejada, munido de uma pistola, atirou contra os vizinhos” conta o delegado.

Carlos Magno foi alvejado no peito e acabou morrendo no local. O irmão dos envolvidos, um é policial militar, informou ao delegado Joviano, que a documentação comprovando o estado mental de Carlos, será entregue. O sargento ainda está foragido. O caso está sendo investigado.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS