KM 368

Moradores interditam BR-222 e pedem quebra-molas

Cerca de 100 manifestantes reivindicavam a construção de três quebra-molas, e, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), tinham “ânimos exaltados”. Duas valas foram abertas no trecho

Moradores do povoado Ladeira do Gato, entre Santa Inês e Santa Luzia do Tide, interditaram na manhã desta quinta-feira, 26, o km 368 da BR-222. Cerca de 100 manifestantes reivindicavam a construção de três quebra-molas, e, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), tinham “ânimos exaltados”. Duas valas foram abertas no trecho.

O protesto foi desencadeado após acidente com um motociclista, que ficou ferido. Em nota, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) se solidarizou com os familiares da vítima, e informou que o caso será analisado, uma vez que nas rodovias federais, os quebra-molas só podem ser feitos após realização de estudo de tráfego.

“Esse estudo demanda tempo, segue um trâmite legal e não pode ser executado no calor da situação atual”, informou o Departamento. Foi solicitado, ainda, apoio da PRF na desobstrução da via, “para que a pista danificada pelos populares possa ser restaurada e o tráfego liberado”.

PRF sugere desvio

Enquanto a ação de desobstrução se desenrola, os usuários têm opção de desvio em local relativamente próximo da interdição, entrando na localidade Chica Abreu e saindo no Barro Vermelho. Pelo desvio estão passando ônibus, caminhões, carretas e carros de passeio. Importante os usuários se informarem na Unidade Operacional de Santa Inês sobre o local do desvio. O DNIT já está preparado para fechar as duas valas abertas.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS