POLÍCIA

Júnior Bolinha tem prisão decretada novamente

Ele também responde por envolvimento no caso da morte do jornalista Décio Sá em 2012, acusado de ser um dos mandantes do assassinato

foto: reprodução

Um mandando de prisão preventiva em desfavor de José Raimundo Salves Chaves Júnior, conhecido como Júnior Bolinha foi cumprindo nesta quarta-feira,11, pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). Ele também responde por envolvimento no caso da morte do jornalista Décio Sá em 2012, acusado de ser um dos mandantes do assassinato.

Júnior bolinha foi preso em sua residência do bairro do Araçagi e estava solto desde dezembro de 2017. Desta vez,  ele teve sua prisão decretada por suspeita de envolvimento em crimes de extorsão e agiotagem.

Segundo investigadores da Seic, Bolinha emprestou em torno de R$ 100 mil a um empresário do município de Olho D’Água das Cunhãs e estaria ameaçando o empresário por não ter devolvido parte do dinheiro.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS