São Luís

Morre Dona Joana, conhecida como ‘A Beata da Sé’; relembre sua história

Ela estava internada desde o dia 25 de maio no Dr.Clementino Moura – Socorrão II, com pneumonia

Reprodução

Morreu nessa quarta-feira,27,  Joana Vieira de Muros, conhecida popularmente em São Luís como ‘beata da Sé’.  Joana já estava doente, após ter sofrido dois AVCs (Acidente Vascular Cerebral) e já não falava mais.

Ela estava internada desde o dia 25 de maio no Dr.Clementino Moura – Socorrão II, com pneumonia.

Relembre sua história

Todos os dias, religiosamente, ela estava lá. Na mureta do pátio da Igreja da Sé, debaixo de um sol de quase meio-dia, chegava aquela senhora. Estava sempre com uma Bíblia e um terço nas mãos. Usava vestes longas, uma sandália, um véu. Parecia uma freira. De aparência cansada, mas muito altiva, falava coisas apressadas, quase sempre inaudíveis, às vezes desconexas ou difíceis de entender.

Mas os anos foram passando, passando, até que ela não mais foi vista por lá. O que teria acontecido com aquela senhora conhecida como a Beata da Sé para uns, ou a Louca da Sé, para outros? A encontramos acamada. Parecia estranho que aquela mulher, que vi a última vez tão ativa, estivesse em uma cama, sem falar, com o olhar perdido. Dona Joana Vieira de Muros, 71 anos, está doente. Teve dois AVCs (Acidente Vascular Cerebral) e hoje não anda, não fala.

Leia a matéria completa aqui

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS