Agiota continua preso

Pacovan e mais 17 integrantes de quadrilha continuam presos

Justiça expediu nova prisão temporária por mais cinco dias

A Justiça determinou nova prisão temporária para os 18 integrantes da organização criminosa comandada pelo agiota Josivaldo Cavalcanti da Silva, mais conhecido como “Pacovan”. O grupo está preso desde a última quinta-feira (4).

O delegado Tiago Bardal confirmou à reportagem de O Imparcial que o juiz da Central de Inquéritos foi o responsável pela determinação. A Central atendeu representação para prorrogação das prisões enquanto acontece a finalização do inquérito.

Somente com apresentação do relatório final pela polícia que o juiz da Central de Inquéritos distribui para uma Vara Criminal. Terminado o novo prazo de temporária, podem ocorrer duas situações: os integrantes respondendo em liberdade ou o juiz converte em prisão preventiva, sem prazo determinado.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS