fácil e gostosas

Conheça 4 tipos de conservas fáceis e rápidas para preparar em casa

Conserva, compota, doce e geleia, são conservas que utilizam o mesmo método de envasamento, porém há diferença entre elas

Reprodução

A banqueteira Gil Gondim, especialista em conservas, ensina a evitar o desperdício de alimentos com quatro opções de conservas fáceis e rápidas de preparar, facilitando o consumo a qualquer hora do dia. “Muitas vezes compramos frutas que acabam estragando pela demora ao consumir. Por isso, optar pelas conservas garante a durabilidade da fruta e ainda mantém os nutrientes mesmo depois do envasamento”, destaca Gondim.

Conserva, compota, doce e geleia, são conservas que utilizam o mesmo método de envasamento, porém há diferença entre elas. Segundo Gil, que reuniu as receitas que aprendeu na infância no livro Conservas do Meu Brasil – Compotas, Geleias e Antepastos, as compotas são feitas com frutas inteiras ou em pedaços, cozidas em calda de água com açúcar e podem ser aromatizadas com especiarias ou bebidas alcoólicas.

A produção dos doces, diferentemente das compostas, são feitos a partir do cozimento em fogo brando da fruta batida ou triturada, com açúcar até obter o ponto desejado. “Já o preparo da geleia pode ser obtido pelo cozimento de frutas ou outros alimentos com açúcar, água, ácido comestível e pectina, até que seja atingida a consistência gelatinosa”, ensina Gondim. Segundo a banqueteira, a pectina é uma substância encontrada nas frutas, em especial na maçã, que se gelifica quando em contato com o ácido e o açúcar.

A banqueteira desenvolveu quatro receitas que exemplificam a forma prática de produzir cada uma.

Compota de Pitanga

Ingredientes

500 g de pitanga

1 L de água

2 xícaras (chá) de açúcar cristal

1 xícara (chá) de cachaça

Preparo

Retire os talinhos das pitangas e reserve-as.

Em uma panela pequena, misture a água, o açúcar e a cachaça, dissolva-os bem e leve ao fogo. Não mexa a mistura com uma colher, apenas gire a panela até formar uma calda grossa.

Acrescente as pitangas e faça o mesmo movimento com a panela, até as pitangas ficarem todas envolvidas na calda.

Ao levantar fervura, deixe cozinhar por aproximadamente 8 minutos.

A espuma que se forma durante o cozimento desaparece quando o doce esfria.

Adicione em vidros esterilizados e faça o processo de pasteurização (vácuo).

Dica: Durante a cocção, não mexa a mistura com uma colher, pois, se ferir as pitangas, poderá amargar a compota. Sirva com sorvete de creme.

Próxima »1 / 4
VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias