CORONAVÍRUS

No Maranhão

588
353700
311296
10135
INFLUENZA

1ª etapa de vacinação contra  H1N1 vai até o dia 10 de maio

Estão sendo vacinadas as crianças entre 6 meses e menores de 6 anos, cujos pais ou responsáveis perderam o prazo anteriormente estipulado para vacinação, além de gestantes, puérperas com até 45 dias de parto e trabalhadores de saúde (ativos e instituições hospitalares).

Divulgação

No último final de semana os postos de vacinação da  Prefeitura de São Luís funcionaram para atendimento do público alvo da primeira etapa de vacinação contra a Influenza (H1N1), que teve início no dia 12 de abril.

Estão sendo vacinadas as crianças entre 6 meses e menores de 6 anos, cujos pais ou responsáveis perderam o prazo anteriormente estipulado para vacinação, além de gestantes, puérperas com até 45 dias de parto e trabalhadores de saúde (ativos e instituições hospitalares).

A vacina contra a Influenza faz parte da rotina de imunização preconizada pelo Ministério da Saúde (MS). Para se vacinar, basta estar inserido no grupo prioritário e levar a carteira de vacinação.

Essa primeira etapa da campanha vai até o dia 10 de maio, com a vacinação de crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), profissionais de saúde, gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz).  A meta, nesta primeira etapa da campanha de vacinação, é imunizar 150 mil pessoas do público-alvo.

Em uma etapa posterior, serão vacinados, em calendário a ser divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, os idosos com 60 anos ou mais, os professores das escolas públicas e privadas, as pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, as pessoas com deficiência permanente, os membros dos povos indígenas, além das forças de segurança e salvamento, e forças armadas.

Também constam no público-alvo da vacina contra a influenza os  caminhoneiros, os trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e a população privada de liberdade.

Para garantir o acesso fácil à vacina e evitar aglomerações, a Prefeitura disponibilizou mais de 60 pontos de vacinação em unidades de saúde da rede municipal em toda a cidade.

O atendimento é de segunda-feira a sábado, das 7h às 12h e das 14h às 17h. “Vamos avançando no calendário à medida que formos atendendo os públicos prioritários. Temos mais de 60 postos de vacinação espalhados pela cidade. Então, os pais e mães devem ficar atentos ao calendário de vacinação, procurar o local mais próximo de sua residência e levarem seus filhos para vacinar e garantir mais essa proteção para eles”, informou o secretário municipal de saúde, Joel Nunes.

A imunização contra a influenza previne o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e a sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da covid-19.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias