CORONAVÍRUS

No Maranhão

3817
276062
246329
7612
COVID-19

Anvisa não concede pedido de importação da Sputinik V

Em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (09), também foi anunciado a prorrogação das medidas restritivas contra o novo coronavírus.

Foto: Reprodução

Durante entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (09), o governador do Maranhão, Flávio Dino, informou que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não concedeu a importação da vacina Sputinik V para os estados do nordeste.

Essa conta não é minha

“Nós recebemos um documento da Anvisa negando a importação da vacina Sputinik, considerando que havia falta de documentos por parte do fabricante. Nós ingressamos com uma ação na justiça, uma petição no Supremo Tribunal Federal, porque essa vacina está sendo aplicada em 50 países e consideramos que há um equívoco administrativo” disse o governador na entrevista coletiva.

Segundo o Governador, a Anvisa não negou em definitivo, pois disse que o órgão iria tomar as providências junto a Rússia, e também com países como Argentina e México, que estão fazendo uso do imunizante contra a Covid-19.

O Governador Flávio Dino, também ressaltou que está com esperanças sobre a examinação do Supremo em relação ao pleito no Maranhão e acredita que os outros estados do Nordeste vão procurar proteção judicial do Supremo para destravar a compra da vacina.

Medidas contra a Covid-19

Também foi anunciado a prorrogação das medidas restritivas contra o novo coronavírus, que estarão vigentes no estado por mais uma semana. Confira as medidas que irão permanecer em vigor:

  • Eventos, festas, reuniões e afins permanecem suspensos em todo o estado;
  • Administração pública estadual vai funcionar com 50% da capacidade e em regime de revezamento;
  • Comércio e indústria funcionam das 9h às 21h em São Luís;
  • Bares, restaurantes, supermercados, academias, salões e igrejas funcionam com 50% da capacidade;
  • Pessoas que compõem os grupos de risco devem ser afastadas do trabalho (público e privado).

Foi mencionado também durante a entrevista coletiva, que o estado do Maranhão ainda vai enfrentar altos índices de novos casos de covid-19 nas próximas semanas, entretanto que tendem a estabilidade..

“Depois eu acredito que no Maranhão vai entrar uma tendência de retomada de queda, a não ser que tenha um fato novo, como por exemplo o surgimento de uma nova variante. Os casos que estão acontecendo no Maranhão derivam em larga medida da variante P1 e estamos lutando para que não haja a proliferação dessa e de outras variantes”, ressaltou o Governador.

Vacinação contra a Covid-19 no Maranhão

O governador também comunicou quais são os municípios que mais vacinam contra a Covid-19 no Maranhão. De acordo com ele, Balsas está sendo o município maranhense com maior percentual de vacinas aplicadas contra a Covid-19. A cidade fez aplicação de 90,1% das doses, em seguida vem Alto Parnaíba com 86,4%, Guimarães com 82,1%, Lajeado Novo com 80,3% e Bacurituba com 80,2%.

“Se esses municípios conseguiram chegar, é possível que todos cheguem e nós estamos intensificando o apoio, além do fato que nós escolhemos lá no início entregar seringas, agulhas, insumos, para que não houvesse nenhum embaraço prático”, afirmou.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias