CORONAVÍRUS

No Maranhão

5406
112683
100370
2871
ÓBITOS

Maranhão registra mais de 2,8 mil mortes por coronavírus

Nas últimas 24h foram notificadas 32 novos óbitos no estado.

Divulgação

O Maranhão registra 2.810 mortes por covid-19 nesta quarta-feira (22), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Nas últimas 24h foram notificadas 32 novos óbitos no estado.

Leia mais: Casos ativos de covid-19 diminuem 41% em 1 mês no Maranhão

Também de acordo com o boletim, os 32 novos óbitos notificados, aconteceram nas seguintes cidades: São José de Ribamar (1), Presidente Dutra (1), São João Batista (1), Viana (1), Itapecuru-Mirim (1), Pirapemas (1), Turiaçu (1), Vitorino Freire (1), Olho D’água das Cunhãs (1), Monção (1), Loreto (1), Colinas (1), Balsas (1), Tutóia (1), Vitória do Mearim (1), São Domingos do Maranhão (1), Coelho Neto (2), Bacabal (2), Chapadinha (2), Pedreiras (2), Imperatriz (2), São Luiz Gonzaga (3) e São Luís (3).

Dos novos óbitos registrados no estado, quatro aconteceram nas últimas 24h, nas cidades de Colinas, Balsas, Pedreira e Tutóia. Os demais são de dias e/ou semanas anteriores, e aguardavam o resultado do exame laboratorial para Covid-19.

Novos casos

O estado registrou 109.731 casos confirmados de coronavírus, sendo 1.577 novos casos notificados hoje (22). De acordo com o boletim, o interior do estado é onde está o maior número de novos casos, registrando 1.473 nas últimas 24h, seguido pela Ilha de São Luís com 103 novos casos e Imperatriz com 1.

Dos mais de 109 mil casos, 12.455 estão ativos. Desses, 11.851 estão em isolamento social, 350 em internação clinica e 254 em leitos de UTI.

O estado já registra 94.466 pessoas recuperadas da doença. Mais de 238 mil testes foram realizados, 126.371 casos foram descartados e hoje (22), o número de casos suspeitos é 5.606.

De acordo com a SES, o estado tem 425 leitos de UTI e 1.081 leitos clínicos. Desse total, 217 dos leitos de UTI estão ocupados e 294 dos clínicos também.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias