CORONAVÍRUS

No Maranhão

4636
120661
108568
3013
CORONAVÍRUS NO MARANHÃO

Justiça suspende pena que determinava perda de 107 respiradores comprados na China

Foi determinado pela Justiça, também, que a Anvisa e a União liberem antecipadamente as mercadorias importadas

Compra dos materiais integrou iniciativa fruto de uma rede solidária formada por empresários que atenderam aos pedidos da Seinc (Foto: Divulgação)

Em abril, a Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Energia (Seinc) articulou uma compra de 107 respiradores na China, para ajudarem no combate ao coronavírus no Maranhão. A 13ª Vara Federal Cível da SJMA deferiu, no processo nº 1026364-81.2020.4.01.3700, o pedido de tutela provisória determinando que a União suspenda a pena de perdimento dos respiradores.

A compra destes materiais integrou iniciativa fruto de uma rede solidária formada por empresários que atenderam aos pedidos da Seinc, que coordena as doações e a compra dos equipamentos.

Foi determinado pela Justiça, também, que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a União liberem antecipadamente as mercadorias importadas relacionadas à novas importações de respiradores/ventiladores mecânicos (ou similares), medicamentos e de outros EPIs destinados ao combate à Covid-19.

Mais ações

Nas ações da Seinc, foram arrecadados mais de R$ 20 milhões em doações para a saúde do Maranhão, com entrega de máscaras, termômetros, álcool 70 e em gel, testes rápidos e serviços gratuitos para profissionais de saúde locais.

As tratativas da Seinc resultaram, ainda: na implantação de hospitais de campanha em Bacabal (pelo Governo Americano) e em Pedreiras (com apoio da Eneva), além da doação de 600 litros de álcool, por meio da empresa Plastik, para a diocese de Bacabal.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias