CORONAVÍRUS

No Maranhão

1701
70689
47776
1760
CORONAVÍRUS

Ter a casa limpa e arrumada pode ajudar a combater o vírus

A limpeza precisa ser cautelosa e deve ser feita uma vez por turno, dependendo da circulação de pessoas.

Divulgação: Unsplash

Desde que teve início a pandemia causada pelo novo coronavírus, lavar as mãos e evitar tocar olhos, boca e nariz tornou-se crucial para evitar a contaminação. O álcool em gel, que estava esquecido nas prateleiras dos mercados, hoje é essencial para rotina, e um dos itens mais procurados.

Ao longo dos últimos meses, com o crescimento acelerado no número de infectados, novas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) surgiram. O cuidado com a limpeza de objetos pessoais como celular, óculos e bolsa entrou na lista de atitudes que podem evitar a contaminação. Porém, o que poucos sabem é que para aparelhos como celular, relógio, notebook, o álcool em gel não é indicado, pois danifica os aparelhos. O ideal nesses casos é utilizar o álcool isopropílico, que isola o equipamento, sem qualquer risco.

Assim como neste caso, ainda há muitas dúvidas sobre como proteger a casa contra o vírus os produtos que devem ser utilizados e as superfícies que devem receber mais atenção. Segundo a equipe do SweetestHome, é certo que a utilização de álcool 70% deve acompanhar cada limpeza e, além disso, objetos às vezes esquecidos durante a faxina devem ser higienizados com atenção. Entre eles, estão o cesto de roupa suja e as maçanetas.

Para evitar o vírus, outro hábito comum deve mudar. Muitas pessoas têm o costume de passar o mesmo pano em todos os ambientes e, além disso, deixar o chão úmido para secar sozinho. É um erro. Microrganismos permanecem na superfície enquanto ela não for lavada novamente. O ideal para evitar que bactérias e vírus proliferem é utilizar um pano limpo em cada ambiente. Ao utilizar materiais específicos para cada ambiente, fica mais fácil garantir a eliminação da sujidade e também a desinfecção melhor dos espaços coletivos.

Outro ponto fundamental é manter todos os locais de casa sem umidade. Ou seja, após passar um pano úmido com produtos de limpeza, passe um pano seco para eliminar toda a umidade restante. A limpeza precisa ser cautelosa e deve ser feita uma vez por turno, dependendo da circulação de pessoas. Objetos compartilhados, como controle remoto, interfone, interruptores e toalha de rosto devem ser limpos com mais frequência e a toalha que utilizar para as mãos, não deve ser utilizada para o rosto.

Mas, vale lembrar que o álcool não é o único produto de limpeza eficaz. Outras substâncias mais comuns e com valor mais acessível dão o mesmo resultado. Água sanitária, desinfetante, sabão e detergente também podem utilizados na limpeza dos ambientes.

Esses hábitos e produtos podem manter a casa limpa e longe do vírus, porém, se for necessária uma higienização mais eficaz outras medidas podem ser utilizadas. A aplicação de produtos, por meio de empresas especializadas garante a verdadeira eliminação do coronavírus, que pode sobreviver até cinco dias em papel e plástico, quatro em madeira e vidro, dois em aço e oito horas em alumínio.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias