CORONAVÍRUS

No Maranhão

1464
66091
41773
1607
GRANDE ILHA

Secretaria de Saúde anuncia fim da exclusividade de UTI para Covid-19

Medida será implementada em algumas unidades de saúde do estado. Ideia é melhorar atendimento de pacientes com outras doenças

Alguns leitos de UTI não serão mais exclusivos para tratamento da Covid-19 na Grande Ilha. Foto: Divulgação

Algumas unidades de saúde e leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de algumas unidades de saúde em São Luís, não serão mais exclusivos para atendimento de pacientes com o novo coronavírus e serão redimensionados para a rede estadual em geral. A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde, através do secretário Carlos Lula, durante entrevista coletiva na manhã de hoje.

O secretário informou ainda que o boletim epidemiológico que será divulgado nesta quinta, já irá apresentar a diminuição dos leitos de UTI. ” Como podem ter notado, a gente tem uma ocupação hoje pequena em relação ao leitos de enfermaria. O boletim de hoje (quinta) , já irá apresentar a exclusão de alguns leitos de UTI em algumas unidades, porque esses leitos não serão mais exclusivos para Covid-19 e passam a ser leitos da nossa rede de um modo geral”, afirmou o secretário.

Leia também: Mais de 39 mil pessoas estão curadas do Covid-19 no Maranhão

As unidades que se enquadram nesta nova mudança são, o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (leitos de UTI e enfermaria); Hospital Carlos Macieira (diminuição dos leitos exclusivos para Covid-19), bem como sua retaguarda que fica no Hospital Nina Rodrigues e Hospital Real (leitos de UTI serão redimensionados para outros locais) e será devolvido aos seus donos.

Volta das cirurgias eletivas

O secretário anunciou ainda o retorno do atendimento ambulatorial nas policlínicas e retorno de cirurgias eletivas que começarão a ser feitas a partir desta segunda-feira (22).

A SES informou ainda que as policlínicas do Diamante e Vila Luizão, Hospital Carlos Macieira, Nina Rodrigues, Centro de Apoio Ninar, Juvêncio Matos, Hospital de Câncer do Maranhão e do Hospital de Traumatologia e Ortopedia serão reabertas.

Ainda segundo o secretário, os exames laboratoriais já iniciaram e os atendimentos
estão sendo feitos inicialmente para aqueles que já tinham realizado o agendamento. Todos os pacientes deverão passar por testes de Covid-19 antes de qualquer procedimento.

O secretário informou ainda que o Centro de Saúde Genésio Rêgo, na Vila Palmeira, em São Luís, vai ser transformado em um hospital de doenças tropicais após a pandemia do novo coronavírus.

Coronavírus no Maranhão

Segundo boletim divulgado nesta quarta-feira (17), pela Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão (SES), foram registrados nas últimas 24h, 33 novos óbitos e 2.014 casos de Covid-19. O interior do estado teve o maior número de novos infectados, registrando 1.727 pessoas, Imperatriz teve 109 e São Luís atingiu 188 novos casos.

Ao todo, o Maranhão possui 64.735 casos confirmados de coronavírus. Desses, 23.779 são casos ativos, estando 22.704 em isolamento domiciliar, 672 em internação clínica e 403 em leitos de UTI.

O boletim divulgou também, que já são 39.386 pessoas curadas. O estado soma 121.056 testes realizados.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias