CORONAVÍRUS

No Maranhão

5088
80451
61093
2048
NOTÍCIA BOA

No Maranhão, mais de 50 mil pessoas estão recuperadas do coronavírus

Nas últimas 24h, 2.434 pessoas receberam alta de acordo com orientação do Ministério da Saúde

Reprodução: REUTERS / Ueslei Marcelino

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (23), pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Maranhão totalizou 50.210 pacientes curados de coronavírus. Nas últimas 24h, 2.434 pessoas receberam alta de acordo com orientação do Ministério da Saúde.

O boletim também informou, que desde o início do monitoramento de casos no estado, já foram realizados 139.018 testes. Mais de 66 mil casos foram descartados e hoje (23), o número de casos suspeitos é 1986.

Centros de testagem

Os testes podem ser feitos nos Centro de Triagem da Policlínica Diamantes e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) do Araçagi, Cidade Operária, Itaqui-Bacanga e Vinhas. Para os profissionais da saúde e segurança pública o atendimento está acontecendo no Viva Beira Mar. No interior do estado, os teste estão sendo realizados nos hospitais regionais.

O boletim divulgou que o estado tem 72.021 casos confirmados de coronavírus e 1.797 óbitos. Nas últimas 24h, foram registrados 37 novas mortes e 1.332 casos de Covid-19. O interior do estado contabilizou o maior número de novos casos com 1244 pessoas, Imperatriz registrou 66 e São Luís atingiu 22 novos casos.

Também segundo o boletim, dos mais de 72 mil casos confirmados, 20.014 ainda estão ativos. Desses, 29.002 estão em isolamento domiciliar, 627 internados em enfermaria e 385 em leitos de UTI.

Segundo informações da SES, os 37 novos óbitos registrados nas últimas 24h, aconteceram nas seguintes cidades: Alto Alegre do Maranhão (1), Anajatuba (1), Bequimão (1), Bernado do Mearim (1), Centro Novo do Maranhão (1), Codó (1), Estreito (1), Morros (1), Peritoró (1), Pindaré Mirim (1), Porto Franco (1), Primeira Cruz (1), Timon (1), Turilândia (1), São José de Ribamar (2), Grajaú (3), Imperatriz (3), Paço do Lumiar (5) e São Luís (10).

A evolução do número de casos da síndrome respiratória aguda grave (SRAG) no estado continua em 19, estando presente na maioria dos casos o vírus da influenza B.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias