CORONAVÍRUS

No Maranhão

3483
183461
175992
3978
PREVENÇÃO

Governo do Maranhão instala serviços de atendimento para orientar sobre COVID-19

A Central Telefônica funcionará das 6h às 18h. Se considerar uma ligação com duração média de 4 minutos, a capacidade é de 120 ligações a serem atendidas por dia.

Reprodução

Como medida de orientação e prevenção relativa ao COVID-19, o Governo do Maranhão instalou uma central de atendimento para esclarecer dúvidas sobre o novo coronavírus. Por meio do número 3133-6406, a população será auxiliada sobre COVID-19, o que evitará também a ida desnecessária de pessoas para as unidades de saúde. Há também o telefone 136, implantado pelo Ministério da Saúde. 

O serviço, que ficará à disposição da população maranhense, foi disponibilizado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) e a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh). A Central Telefônica funcionará das 6h às 18h. Se considerar uma ligação com duração média de 4 minutos, a capacidade é de 120 ligações a serem atendidas por dia.

De acordo com o Ministério da Saúde, para pessoas que fizeram viagens internacionais é indicado o isolamento domiciliar voluntário por sete dias, a partir da data de desembarque no Brasil. Caso apresente febre e tosse ou dificuldade para respirar é necessário procurar um posto de saúde ou ligar para esclarecimentos por meio do telefone 136. 

Capacitação

O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) capacitou os profissionais para esclarecer dúvidas sobre o novo coronavírus. “O treinamento buscou apresentar as orientações necessárias aos profissionais para que eles façam um atendimento claro e objetivo. A SES estará abrindo esse canal de diálogo como forma de trazer tranquilidade, dar direcionamentos sobre como proceder quantos aos sinais e sintomas” afirmou a coordenadora do Cievs, Jakeline Rios. 

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), a população deve reforçar a prevenção individual com a etiqueta respiratória (como cobrir a boca com o antebraço ou lenço descartável ao tossir e espirrar), o isolamento domiciliar ou hospitalar de pessoas com sintomas da doença por até 14 dias, além da recomendação para que pacientes com casos leves procurem os postos de saúde. 

Como medidas básicas de higiene, o recomendável é lavar bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão, e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las.

Vacinação

A Campanha Nacional de Vacinação terá início no dia 23 de março, quando idosos e profissionais de saúde terão prioridade para se vacinarem. A vacina contra a influenza garante proteção para três tipos de vírus (H1N1, H3N2 e Influenza B). A vacina não apresente eficácia contra o coronavírus, mas é uma forma de prevenção para outros vírus.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias