CORONAVÍRUS

No Maranhão

5125
162583
152672
3580
A PERGUNTA É...

“O que diferencia sua candidatura à Prefeitura de São Luís?”, veja o que dizem os pré-candidatos

O Imparcial dá continuidade à sua série de entrevista intitulada “A pergunta é…”, direcionada aos pré-candidatos à Prefeitura de São Luís

Urna eletrônica. (Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE)

A função de administrar um município é de uma responsabilidade enorme. Afinal, é na cidade que a vida acontece de fato. E foi pensando nesta situação, que o jornal O Imparcial dá continuidade à sua série de entrevista intitulada “A pergunta é…”, direcionada aos pré-candidatos à Prefeitura de São Luís, para que possam responder semanalmente sobre diversos temas inerentes ao cotidiano da população da Ilha. Veja como o seu pré-candidato respondeu à pergunta desta semana que é a seguinte: “O que diferencia a sua candidatura dos demais pré-candidatos à Prefeitura de São Luís?”. Confira.

Adriano Sarney (PV)

“A minha pré-candidatura não é para chegar ao poder pelo poder e não se trata de um projeto de grupos e caciques políticos. O maior diferencial da minha pré-candidatura é foco na gestão. A prefeitura de uma cidade é a zeladoria dela e isso significa cuidar da cidade e das pessoas. Isso deve ser um mantra e refletir em todas as ações da gestão municipal: compreender a rotina das pessoas, o dia a dia delas e entender suas dores e desejos diários. Conheço os problemas que o município enfrenta e, como deputado, visitei diversos bairros, conversando, ouvindo a população, contatando a ausência total do poder público.

A nossa capital foi aprisionada em uma visão administrativa que se nega a acompanhar o desenvolvimento da história. Nossos grandes empreendimentos se resumem a asfalto e praças. A minha pré-candidatura tem como foco, também, o bem estar das pessoas e isso passa por soluções simples, mas imprescindíveis como arborizar a cidade para deixar o clima mais ameno para as pessoas que estão nas ruas, assim como, iluminar todos os bairros como forma de inibir a violência e trazer uma sensação de maior segurança às famílias. E para isso precisamos debater a cidade, nossas vocações, nossas potencialidades, para atrair investimentos visando à geração de emprego e renda para finalmente termos a independência do empreguismo da máquina pública, governando para todos e com empatia”

Bira do Pindaré (PSB)

“Creio que uma das principais diferenças em relação às demais candidaturas está no fato de que, além da experiência administrativa que conquistamos ao longo do tempo, temos também uma experiência de vida que será colocado à serviço desse debate público sobre os destinos de São Luís. A experiência de uma pessoa que nasceu no interior, que chegou à capital aos dois anos de idade, para morar na periferia em casa de taipa, estudar em escola pública a vida inteira, para frequentar hospitais públicos, para enfrentar ônibus lotados e ruas esburacadas. Enfim, toda essa experiência que a gente adquiriu pela realidade concreta de quem sobreviveu e venceu todas essas dificuldades, a gente coloca a serviço dessa discussão, com base em um programa que possa enfrentar as problemáticas que mais afetam a população da nossa capital. Então eu creio que é algo que nos diferencia. Nós conhecemos a cidade porque vivemos sua realidade, não porque nos contaram. Além de ser um candidato de origem africana, um negro que também almeja ocupar os espaços de poder em São Luís, cujo a população é mais de 70% de origem africana. Isso é importante e necessário para que a gente possa ter perspectivas e para que haja correções históricas a respeito de toda a exclusão social que a população descendente de pessoas escravizadas sempre sofreram no Maranhão, no Brasil e no mundo”

Próxima »1 / 7
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Inventas
Entretenimento e Cultura
Checamos