POLÍTICA

Projeto da reforma eleitoral é aprovado na Câmara dos Deputados

Usuários levantaram a tag #VetaBolsonaro, que chegou ao primeiro lugar dos assuntos mais comentados no twitter

Reprodução

Foi aprovado nessa quarta-feira, 8, o projeto da reforma eleitoral na Câmara dos Deputados. O artigo suaviza regras do uso de dinheiro público para campanhas. Os partidos podem, por exemplo, realizar pagamento de multas eleitorais, compra de sedes partidárias e até passagens aéreas a para quem não é afiliado.

A aprovação do projeto da reforma eleitoral, causou indignação na população brasileira. A situação criou um movimento de revolta dos colaboradores, dos críticos políticos e até parte da mídia. Usuários levantaram a tag #VetaBolsonaro, que chegou ao primeiro lugar dos assuntos mais comentados no twitter.

Para valer nas eleições regionais de 2020, a medida tem que entrar em vigor antes do dia 4 de outubro. Isso também vale para qualquer outro projeto de reforma eleitoral e partidária.

O presidente da República tem prazo de 15 dias úteis para vetar ou sancionar o projeto.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias