UM GOL DE PLACA ECOLÓGICO

Um gol de placa ecológico: Pastos Bons dá exemplo para o Brasil

Vinte e duas mil árvores são plantadas nos últimos dois anos no município.

Prefeita Iriane plantando e preservando as nascentes: missão cumprida.

O feito extraordinário foi fruto de uma coalizão de forças e se solidificou num forte abraço entre a Companhia Hidrelétrica do São Francisco, CHESF, o poder público municipal, com total engajamento da prefeita Iriane Gonçalo, cujas ações ficaram à cargo da Secretaria do meio ambiente e recursos naturais e a maciça participação da população local, com um destaque todo especial ao grupo de ciclistas “Amigos do Pedal”, cidadãos e cidadãs da cidade que empreenderam várias Rotas Ecológicas, levando mudas de ipês, ingar, açaí, pequi, coroba, mangas, caju, cacau, buriti, oiti, caraíba etc, e plantando-as nas nascentes que alimentam os afluentes dos rios Parnaíba e Itapecuru.

TESTEMUNHA OCULAR DA HISTÓRIA

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2019-06-17-at-07.46.47-1024x682.jpeg

Quem já esteve em Pastos Bons provavelmente se encantou com o casario histórico e suas palmeiras imperiais. O município que surgiu no longínquo ano de 1764, fruto da ação desbravadora dos bandeirantes, que por lá empreenderam a criação de gado, foi testemunha ocular de fatos históricos marcantes da cena brasileira: ouviu o eco da Balaiada, nos idos de 1839, e a passagem marcante da Coluna Prestes em 1925. Localizado no médio sertão maranhense, Pastos Bons fica distante 550 km de São Luís, hoje possui 20 mil habitantes e no próximo dia 28 de julho estará completando 255 anos de emancipação política, configurando-se assim como um dos mais antigos do Maranhão.
Os anos de vida que lhe pesam sobre os ombros, no entanto, não tira a vivacidade e o dinamismo do seu povo que sabe cuidar e cultuar o potencial turístico do município, ancorado nas belezas naturais locais; e foi a confluência desses interesses afins que a população local, a administração municipal e a Companhia Hidrelétrica do São Francisco, CHESF se ombrearam e, em forte parceria, fizeram nascer a decisão de proteger as nascentes do bicentenário município. O alto relevo faz com que Pastos Bons seja rico em nascentes, olhos ´d´água e riachos e, por isso mesmo, seja conhecido como “a caixa d´água” do médio sertão, as suas mais de 300 nascentes são o sopro de vida de grandes rios como o Parnaíba e o Itapecuru. Esse mutirão ecológico que envolveu todos os seguimentos da sociedade redundou no plantio de mais de 22 mil árvores no últimos dois anos, protegendo assim as nascentes, grande patrimônio ecológico da cidade.
A prefeita Iriane Gonçalo abraçou a causa e a tratou com prioridade máxima. A gestora declarou à reportagem que as mais de 300 nascentes que Pastos Bons acolhe em suas fronteiras, algo em torno de 49% delas, alimentam os afluentes do rio Parnaíba e 51% dão vida aos afluentes que desaguam no rio Itepecuru, e preserva-las era um compromisso histórico e humanitário. “Vivemos num tempo em que nos deparamos, Brasil à fora, com a morte dos nossos rios, por isso mesmo nos agarramos à certeza de que preservar as nascentes é preservar a vida, e assim fizemos dessa uma das grandes missões da nossa administração”, enfatizou a prefeita. E acentuou que o diferencial, o fator que fez dessa uma ação de sucesso, foi a conscientização. “Os homens, mulheres e crianças da nossa terra foram tocados pela mensagem de que precisamos preservar os nossos recursos naturais, pois eles são a personificação da vida, esse é um legado imensurável às novas gerações”, disse Iriane Gonçalo.

POVO UNIDO E MÃO NA MASSA

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2019-06-17-at-09.36.02.jpeg


Coube a Raifran Silva, Secretário municipal de meio ambiente e recursos naturais de Pastos Bons, exercer o protagonismo desse esforço histórico, ele, no entanto, exaltou que essa grande vitória é de todos que amam Pastos Bons.
Segundo ele, a começar pela fundamental parceria com a CHESF e a mão ativa da PROERG, sua prestadora de serviço no município, passando pelos valentes “Amigos do Pedal”, ciclistas destemidos que cruzaram dezenas de quilômetros de rotas ecológicas, maravilhosas e produtivas, esforço esse fez brotar árvores em centenas de nascentes, riachos e olhos d´água. Raifran destacou também o contributo do cidadão comum, as pessoas de bem que vivem e cuidam da sua cidade como um irmão mais velho. E exalta que todos tiveram sua relevância nesse grande sucesso e estão de parabéns pela atitude cidadã.
“No entanto, uma presença em especial me deixou emocionado: a participação do Jurista, professor e intelectual, Celso Barros Coelho, mesmo aos 97 anos marcou presença num dos eventos desse caminhar. Ele que é o fundador da Academia de Letras de Pastos Bons, fez questão de plantar mais essa árvore pela sua cidade natal, um exemplo pra todos nós” declarou Raifran Silva.

“OLHO” DA PREFEITA:


“Vivemos num tempo em que nos deparamos, Brasil à fora, com a morte dos nossos rios, por isso mesmo nos agarramos à certeza de que preservar as nascentes é preservar a vida, e assim fizemos dessa uma das grandes missões da nossa administração”.
Iriane Gonçalo
Prefeita de Pastos Bons

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias