CÂMARA FEDERAL

Saiba como votaram os maranhenses no retorno do Coaf para o Ministério da Economia

Dos 18 parlamentares federais maranhenses participaram da votação, três deles votaram para manter o órgão sob o controle do Ministério da Justiça.

Reprodução

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (22) a Medida Provisória 870, que reformou a estrutura ministerial, reduzindo o número de pastas de 29 para 22. Na mesma sessão, porém, os congressistas decretaram uma relevante derrota ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), ao retirar o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) do Ministério da Justiça, comandado por Sergio Moro, e passá-lo para o Ministério da Economia. O Coaf é o órgão que faz relatórios sobre movimentações financeiras suspeitas. O placar foi de 228 votos a 210.

O retorno do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para o Ministério da Economia está sendo visto como uma retaliação direta ao “juiz” Sergio Moro, que tenta transformar sua atuação na Lava-Jato em política pública

Dos 18 deputados federais maranhenses participaram da votação, apenas três deles votaram para manter o órgão sob o controle do Ministério da Justiça.  

Confira abaixo como votaram os deputados federais maranhenses cada deputado votou em relação à retirada do Coaf do Ministério da Justiça – o voto “sim” representa os deputados favoráveis ao Coaf no Ministério da Justiça e os “não” os que queriam a ida para a Economia:

Abaixo, a lista completa de como votaram os maranhenses

André Fufuca/PP – NÃO

Bira do Pindaré/PSB – NÃO

Cleber Verde/PRB – NÃO

Gastão Vieira/PROS – NÃO

Gil Cutrim/PDT – NÃO

Hildo Rocha/MDB – NÃO

Josimar Maranhãozinho/PL – NÃO

Junior Lourenço/PL – NÃO

Márcio Jerry/PCdoB – NÃO

Marreca Filho/Patriota – NÃO

Pedro Lucas Fernandes/PTB – NÃO

Zé Carlos/PT – NÃO

Eduardo Braide (PMN) – SIM  

Edilázio Júnior (PSD) – SIM

Pastor Gildenemyr (PMN) – SIM.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias