REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Reforma da Previdência pode prejudicar mulher do campo, diz Eliziane

Em pronunciamento, Eliziane Gama (PPS-MA), destaca pontos que considera positivos e negativos da reforma da Previdência. Para ela a mulher do campo é a que mais vai sofrer, caso a reforma seja aprovada.

Reprodução

A senadora Eliziane Gama (PPS-MA) destacou nesta quarta-feira (20), em pronunciamento, pontos que considera positivos e negativos da reforma da Previdência. Para ela a mulher do campo é a que mais vai sofrer, caso a reforma seja aprovada.

No estado do Maranhão, 66,86% são beneficiários rurais. Veja que impacto isso pode ter nas famílias do campo. A mulher do campo acaba tendo mais filhos. Em boa parte delas o filho sai de casa e elas têm que sobreviver com trabalho do campo. Agora elas vão precisar trabalhar mais.

A senadora também apresentou dados do próprio governo para ressaltar que os benefícios previdenciários dos homens são em média superiores aos das mulheres.

Por exemplo, um boletim estatístico da Secretaria de Previdência mostrou claramente: as aposentadorias masculinas concedidas em novembro do ano passado foram da ordem de R$ 1.938; as femininas foram de R$ 1.438.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS