POLÍTICA

Márcio Jerry acusa José Sarney de “antecipar clima de guerra” no Maranhão

Diplomado deputado federal pelo TRE, comunista falou que ex-presidente utiliza um jornal mantido pela família para fazer propaganda por cassação de oporsitores

Márcio Jerry foi o primeiro a receber o diploma de deputado, rito seguiu regras do Tribunal Regional Eleitoral (Foto: Ascom/TRE)

O secretário de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry (PCdoB), diplomado deputado federal pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão na tarde da última terça-feira (18), utilizou o Twitter para criticar o ex-presidente José Sarney (MDB), acusando de “antecipar o clima de guerra que vai querer implantar pra tentar mudar a vontade do povo no famigerado tapetão”.

Ativo nas redes sociais, o futuro deputado federal disse que um jornal mantido pela família Sarney ignorou a posse do governador Flávio Dino (PCdoB), reeleito em primeiro turno, e dos senadores Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS), por fazerem oposição a oligarquia “E [esse jornal] faz propaganda de “ações” pela cassação. Absurdo é pouco”, tuítou o secretário de Assuntos Políticos.

Veja Também

Pouco antes da diplomação, Jerry foi até o Facebook para relembrar sua trajetória política. “Dia histórico em minha trajetória de militante político de esquerda desde a adolescência. Neste 18 de dezembro de 2018 serei diplomado deputado federal pelo PCdoB para representar o povo do Maranhão na Câmara Federal. Uma imensa honra”, afirmou.

Em uma série de postagens, o comunista relembrou sua trajetória política desde a infância no interior do Maranhão. “Filho da saudosa professora Graça e do motorista João Francisco, nascido pelas mãos da parteira Nonata na casa da avó Dinorá na rua da Serrinha, criado na rua do Cancão, em Colinas. Jornalista, militante político de esquerda. Diplomado hoje Deputado Federal do Maranhão. Salve!”, escreveu o político, que assumirá o mandato na Câmara Federal a partir do dia 1º de fevereiro.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS