INCORPORAR AO PCDOB

PPL e PCdoB tratam sobre fusão partidária

A cláusula passa a valer, de forma progressiva, a partir destas eleições. O intuito é reduzir o número de partidos com pouca representação na Câmara.

Com o fim dos resultados das eleições 2018, 14 dos 35 partidos não atingiram a cláusula de barreira imposta pela nova legislação eleitoral. Rede, Patriota, PHS, DC, PCdoB, PCB, PCO, PMB, PMN, PPL, PRP, PRTB, PSTU e PTC não atingiram a cláusula de barreira. Quem não atingiu não tem acesso ao Fundo Partidário e a tempo de televisão, em caso da propaganda política na TV e rádio.

A cláusula passa a valer, de forma progressiva, a partir destas eleições. O intuito é reduzir o número de partidos com pouca representação na Câmara.

De olho no futuro partidário e eleitoral, os presidentes estaduais do PCdoB e PPL estiveram reunidos na última semana. Márcio Jerry (PCdoB) e Roberto Brandão (PPL) fazem parte da executiva nacional de suas legendas e estão nas tratativas para incorporar o PPL ao PCdoB. Com a fusão, o PCdoB alcança a cláusula de barreira e afasta as especulações de desaparecimento partidário. O nome do PCdoB deve prevalecer com a nova composição.

O Partido Comunista do Brasil foi fundado em 1922, é o partido mais antigo em atividade. No ano de 1962 se reorganizou adotando a sigla PCdoB. Hoje o partido busca construir uma Frente Ampla de esquerda e tem como principais nomes do partido o governador Flávio Dino (PCdoB), o único governador eleito pelo partido.

Outros partidos – O PMN de Eduardo Braide segue em conversa com o PHS para fazer a fusão e criação de um novo nome. O PTC tinha o interesse de fazer fusão com o Patriota, porém, desistiu depois de divergências entre os filiados e principalmente por não conseguir fazer as acomodações necessárias nos estados. No Maranhão, o PTC é representado pelo deputado estadual Edivaldo Holanda.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS