SÃO LUÍS

Genival Alves é detido acusado de compra de votos

O vereador foi conduzido para a Superintendência da Polícia Federal, na Cohama, onde deve ser autuado em flagrante por compra de votos

Foto: Divulgação

Neste domingo de eleições, 7, uma das principais ocorrências eleitorais registradas em São Luís, foi a detenção para esclarecimentos do vereador e candidato a deputado estadual Genival Alves (PRTB), no bairro do Tibiri, zona rural da capital. O candidato foi preso pelo 21º Batalhão da Polícia Militar.

Com o vereador foram encontrados, uma grande quantia de santinhos do próprio Genival Alves, assim como do candidato Márcio Coutinho, presidente estadual do PRTB, e o candidato ao senado Sarney Filho (PV). Juntamente com os materiais, a polícia militar também encontrou a quantia de R$ 8 mil reais, que supostamente estaria sendo usada para compra de votos, e uma lista com nomes e números dos documentos de alguns eleitores, também estavam em posse de Genival.

O parlamentar foi conduzido para a Superintendência da Polícia Federal, na Cohama, onde deve ser autuado em flagrante por compra de votos.

Testemunhas contam que parentes do vereador afirmam que o procedimento foi errado, pois Genival deveria ser encaminhado a um juiz eleitoral e não à Polícia Federal, já que não há comprovação que o candidato estivesse comprando votos na hora da abordagem. Enfatiza ainda que tudo será esclarecido e espera que a justiça seja feita.

Genival foi eleito vereador de São Luís no ano de 2016, onde desempenha o mandato desde o ano passado.

Outros casos: 

Ainda no Maranhão foram apreendidos, com um grupo de cinco pessoas, cerca de R$ 14 mil em espécie, além de material de campanha. O grupo foi abordado no povoado Crioli do Sinhá, zona rural do município de Graça Aranha.

Confira na íntegra a nota enviada pela assessoria do vereador:

O parlamentar, Genival Alves enquanto candidato a deputado estadual, jamais praticou atos ilícitos com o objetivo de angariar votos. Trata-se de uma armação dos seus opositores, e que foi vitima de uma situação, totalmente improcedente e mentirosa.

Diferentemente do que propagado caluniosamente, a sua campanha eleitoral foi realizada seguindo os preceitos éticos e morais que norteiam a boa política, dentro do que a legislação eleitoral autoriza.

Segundo o vereador, desde que assumiu o mandato, há pouco mais 17 meses, que se iniciou uma campanha caluniosa e difamatória contra o mesmo, em razão de sua atuante e dinâmica ação parlamentar, que sempre visa a busca de benefícios e melhorias para a cidade de São Luis, principalmente no atendimento da população mais carente na área da saúde.

Até o presente momento, o vereador se encontra dando esclarecimentos na sede da PF e não preso como circula em alguns veículos da imprensa.

Genival Alves acredita na justiça e está tranquilo e a consciência de quem lutou por cada voto de forma humilde e honesta.

Sobre os autores da denúncia, o vereador irá tomar as medidas judiciais cabíveis para que os mesmos sejam punidos por essa horrenda e covarde atitude.

Aos que confiam no voto ao vereador, Genival Alves , agradece mais uma vez a credibilidade e reafirma o compromisso de continuar sua luta por uma cidade melhor de se viver.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS