foto: Divulgação

Com promessa de novas escolas e ampliação de ensino foi dada a largada na convenção partidária Todos Pelo Maranhão, na qual foi apresentada a chapa majoritária do governador Flávio Dino, pré-candidato à reeleição assim formando a aliança de campanha formada pelos então deputados federais Elizane Gama e Weverton Rocha, que disputarão por um cargo no senado. E na busca pela reeleição ao governo do estado segue Flávio Dino acompanhado do seu então vice-governador Carlos Brandão.

A abertura do evento realizado no Multicenter Sebrae. Segundo a organização do evento, estima-se que cerca de seis a oito mil pessoas se fizeram presentes na convenção partidária. Na ocasião se reuniram lideranças de 15 partidos como PCdoB, PDT, PP, PPS, PROS, PSB, PT, PTB, PR, PRB, DEM, PEN, PTC, Solidariedade e PPL, que compõem a base aliada de Flávio Dino. Além dos partidos, Flávio Dino é a escolha de 170 prefeitos maranhenses, 30 deputados estaduais e 10 deputados federais.

Em entrevista coletiva o governador Flávio Dino (PCdoB) afirma que irão continuar o trabalho com seriedade e cuidando das políticas e justiças sociais. “E assim garantir que as mudanças que estão sendo feitas, continuem em execução. Essa é uma união a favor do Maranhão e por isso, eu e Brandão estamos aqui pleiteando a oportunidade de continuar e concluir esse trabalho”, disse.
Flávio Dino ainda revela as propostas a serem executadas caso seja reeleito:

“vamos continuar na ampliação de serviços públicos, políticas sociais à exemplo da escola digna, na qual já temos mais de 800 redes de ensinos construídas e reformadas além da criação do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA). Ressalto ainda que temos o maior efetivo policial na história do Maranhão, pretendendo ainda aumentar esse número e assim proporcionar mais segurança a população do estado. Na saúde, abrimos oito grandes hospitais provando assim que estamos no rumo certo e se assim a população permitir continuaremos a evoluir esses trabalhos”, ressalta. Em seu discurso o pré-candidato diz ainda: “Eu errei com um, mas vou corrigir com dois”, conclui.

Quem seguirá também na busca da reeleição é o atual vice-governador Carlos Brandão (PRB). Ele ressalta o aumento de partidos em apoio a essa campanha: “na última eleição tivemos nove partidos ao nosso lado. Agora são praticamente 16 partidos e isso graças ao entendimento da população e desses grupos”.

Ele ainda afirma que o trabalho de sua gestão não pode parar e que é de tamanha felicidade poder pleitear essa reeleição: “temos obtido ótimos resultados pro estado e não podemos deixar esse trabalho parar. A cada dia vamos lutar por um estado mais justo e igualitário. E é um motivo de muita alegria, pelo o governador Flávio Dino depositar em mim a confiança de estar por mais quatro anos ao seu lado e segundo é uma grande responsabilidade, porque a família cresceu e nos cobra que façamos um governo cada vez melhor”, concluiu.

A pré-candidata ao Senado, Eliziane Gama (PPS) terá o deputado Pedro Fernandes (PTB) como seu primeiro suplente. Já o segundo suplente de Gama será de Imperatriz. Trata-se do médico, pecuarista e ex-presidente da associação comercial e industrial Gilson Kity. Atualmente, presidente da associação de criadores de boi Nelore do Brasil.

Na convenção a pré-candidata recebeu homenagem da sua filha. Em seu discurso, Eliziane afirma ter ‘identidade de alma’ com o governo Flávio Dino. “Porque eu sei exatamente o que significa uma escola digna, porque sei valor da importância pro povo maranhense ao receber do governador um material escolar e uniformes decentes. Hoje, o governo do estado faz um governo para os excluídos, dando voz e vez a todos. Venho ratificar meu apoio ao governador na sua reeleição. Estarei trabalhando pela nossa minoria defendendo a nossa gente sobretudo nossa gente. E assim trabalharemos por um estado cada vez mais digno e ocuparemos espaços dominados apenas por elites e homens brancos”, expôs em discurso.

Flávio Dino terá também na sua chapa de senadores o então deputado federal Weverton Rocha (PDT). Como seu primeiro suplente ele contará com o apoio do médico e ex-prefeito de Santa Inês, Robert Bringel (DEM) e sua segunda suplente a ex-prefeita de Matões, Suely Pereira (PSB).

Segundo o pré-candidato a aliança formada com a pré-candidata Eliziane Gama e o governo Dino trará um nova roupagem a política brasileira: “principalmente por ser composto por pessoas que estão apenas no inicio da carreira política. Eu agradeço a todos os partidos e movimentos sociais que acreditaram no meu trabalho enquanto deputado federal. Manteremos os trabalhos que continuamos na câmara. Sou um dos líderes de oposição ao governo temer que lutou pelos direitos dos trabalhadores e dos nossos aposentados. No senado serei um lutador intransigente em defesa do nosso trabalhador e na defesa de geração de oportunidades para nossa juventude”, conclui.

Na data da realização do evento é comemorado em um marco histórico para Maranhão. No dia 28 de julho de 1823, o estado aderiu oficialmente à independência do Brasil. Que segundo o governador tem o simbolismo de romper de vez os laços com o passado e não permitir que a elite que mandou e desmandou no Maranhão volte a ter os privilégios de antigamente.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO