Reprodução

A pré-candidata do Partido Social Liberal (PSL) ao Governo, Maura Jorge, confirmou a visita do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) ao Maranhão em junho. O presidenciável deve ser o carro-forte da candidatura de Maura no estado.

Apesar da confirmação, a data exata ainda depende de uma adequação da agenda do pré-candidato. Mesmo assim, Maura Jorge iniciou uma enquete em sua página oficial para escolher o município que irá receber Bolsonaro.

“Oi, pessoal. Vocês pediram e a gente atendeu: o nosso presidenciável Jair Bolsonaro vem ao Maranhão em junho! Agora queremos saber de vocês: qual cidade quer receber a comitiva de Bolsonaro? Votem, comentem, compartilhem e marquem os amigos. Essa nossa enquete será determinante para definir as cidades que receberão a visita de Bolsonaro”, escreveu em sua conta no Instagram.

Até o momento, São Luís é o principal candidato a destino do deputado. Além da capital, também foram citadas as cidades de Imperatriz, Caxias, Santa Inês, Balsas, Pinheiro, Viana, Itapecuru-Mirim, Chapadinha, Barra do Corda, Presidente Dutra, Lago da Pedra, Arame, Santa Quitéria, Pedreiras, Açailândia, Zé Doca, Cururupu, Poção de Pedras, Passagem Franca, Buriti Bravo, Lagoa do Mato e Lima Campos.Nos próximos dias, a pré-candidata deve confirmar as datas e locais da passagem do pré-candidato pelo Maranhão.

Bolsonaro é, atualmente, o líder das pesquisas de intenção de votos para a Presidência da República, considerando a impossibilidade de Lula a concorrer ao cargo. O deputado carioca tem feito sua pré-campanha por todo o país, viajando para capitais e cidades onde admiradores ficam aguardando sua chegada aos aeroportos.

Além disso, o candidato do PSL é considerado um fenômeno nas redes sociais, sua página já chega perto dos quatro milhões de seguidores, número esse que já superou as páginas de Dilma e Lula. O fato é que Bolsonaro atrai a atenção tanto de apoiadores, como de quem não concorda com suas ideologias.

Considerado polêmico e controverso, Bolsonaro tem projetos para legalização do porte de armas, redução da maioridade penal, castração química para estupradores, dentre outros que têm levantado muito debate entre eleitores e da classe política.

É famoso também por defender a saída do Brasil de tratados e pactos internacionais sobre direitos humanos e defende discursos tidos como homofóbicos, machistas e misóginos.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO