UMA CARTA MACHADIANA

Governadores escrevem carta solidária após serem impedidos de visitar Lula

A união dos governadores foi uma estratégia para sensibilizar o juiz Sérgio Moro e ampliar benefícios a Lula, que só pode receber visitas dos advogados a qualquer dia e de familiares uma vez por semana

Foto: Reprodução

O objetivo do governador Flávio Dino (PCdoB) e de outros oito governadores da Região Nordeste era fazer uma visita para mostrar solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso desde o último sábado, 7, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. A união dos governadores foi uma estratégia para sensibilizar o juiz Sérgio Moro e ampliar benefícios a Lula, que só pode receber visitas dos advogados a qualquer dia e de familiares uma vez por semana. Mas a tentativa foi em vão. Sem poder ver o petista pessoalmente, restou à comitiva de governadores escrever uma carta ao “querido amigo”.

“Moro impediu que Lula recebesse a visita de nove governadores que foram visitá-lo em Curitiba. Eles deixaram essa bela carta que é, além de uma mensagem de força para o ex-presidente, um protesto contra o arbítrio”, manifestou-se a deputada estadual e pré-candidata à Presidência da República pelo PCdoB, Manuela D’Ávila, pelo Twitter.

Foto: Reprodução

“Eu fiquei surpreso com o fato de não termos conseguido que o presidente Lula tivesse um direito respeitado e assegurado na Lei de Execução Penal, que é o direito à visita, está no artigo 41. Infelizmente mais uma decisão inexplicável em que se considerou que seria uma espécie de privilégio. Privilégio é o que não está na lei e, nesse caso, está na lei (a previsão de visitas)”.

No documento, escrito a mão e assinado pelos governadores do Nordeste, os políticos defendem a liberdade de Lula e afirmam que os brasileiros estão solidários ao ex-presidente. “Estivemos aqui e sempre estaremos. Ao teu lado, firmes na luta”, diz trecho da carta que será entregue a Lula.

Assinam a carta os governadores Camilo Santana (PT-Ceará), Renan Filho (MDB-Alagoas), Rui Costa (PT-Bahia), Flávio Dino (PCdoB-Maranhão), Ricardo Coutinho (PSB-Paraíba), Wellington Dias (PT-Piauí), Robinson Faria (PSD-Rio Grande do Norte) e Jackson Barreto (MDB-Sergipe), além de Tião Viana (PT-Acre) e Waldez Góes (PDT-Amapá). Outros políticos, como o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), também assinam a mensagem.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias