CORONAVÍRUS

No Maranhão

3753
180887
173987
3923
nem sim nem não

‘Estou à disposição do partido’, diz Roseana Sarney

Em reunião do Diretório Nacional do PMDB, ex-governadora não encerrou especulações sobre as eleições de 2018

Lideranças do PMDB querem convencer a ex-governadora Roseana Sarney a ser candidata em 2018

O Diretório Estadual do PMDB do Maranhão se reuniu em São Luís com objetivo de renovar a vigência dos Diretórios Municipais e do Estadual. O encontro foi importante para as lideranças do partido começarem a traçar as diretrizes da legenda para as eleições de 2018. Ao que parece, o PMDB tem uma única dúvida: a ex-governadora Roseana Sarney será ou não candidata no próximo ano para o governo do estado? As atenções estavam novamente voltadas a Roseana, que, novamente se esquivou. Não disse sim e muito menos não, apesar do forte desejo de seu partido.

Com um discurso politicamente correto e sem se precipitar, a ex-governadora deixou claro que até estaria disposta a concorrer contra o atual governador Flávio Dino (PCdoB). Tanto que seu nome está “à disposição” do PMDB. Mas antes de dizer sim e acabar com as especulações, Roseana pretende se reunir com as bases da legenda nos municípios. O objetivo é saber como anda o “favoritismo” dela.

Em seu discurso durante a reunião do Diretório Estadual, Roseana diz precisar de todos os apoios possíveis. “Gostaria de conversar primeiro com os prefeitos do PMDB, depois dos outros partidos. Outra coisa importante: os ex-prefeitos, que hoje estão muito prestigiados. Os ex-deputados, os vereadores que vão lá e fazem os nossos nomes aparecerem. Precisamos de tudo isso: a juventude do PMDB, as mulheres do PMDB, o PMDB Afro. Tudo nós vamos precisar porque não vai ser uma coisa muito fácil. Vai ser uma coisa muito difícil. Todas as eleições são difíceis”, afirmou a ex-governadora.

E O SENADO?

A questão da disputa pelo Senado Federal parece mesmo estar resolvida ou, pelo menos, muito bem encaminhada. Apesar de não ser da legenda, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV), faz parte do mesmo grupo político e já demonstrou estar pronto para buscar uma vaga na Câmara Alta. Neste cenário, os atuais senadores Edison Lobão e João Alberto (PMDB) teriam de “brigar” pela outra vaga.

O detalhe é que Lobão se antecipou e já até declarou, essa semana, estar disposto a concorrer novamente em 2018. Ele não compareceu à reunião extraordinária do partido, diferentemente do senador João Alberto.

Sobre o assunto, João Alberto manteve o discurso adotado em conversa com o jornal O Imparcial na última terça-feira (1º). O senador voltou a reafirmar que ainda não é o momento para definir seu futuro. O parlamentar pretende aguardar a reforma eleitoral, que “vai modificar o cenário político”.

Para não criar mal-estar dentro do PMDB, João Alberto segue colocando uma candidatura sua a qualquer cargo à “vontade do partido”.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias