operação policial

Policial penal e mais dois são presos por facilitarem entrada de celulares em presídio

De acordo com a polícia, dois policiais penais e familiares também influenciavam nos processos de saídas temporárias indevida.

(Foto: Divulgação/Governo do Maranhão)

Na manhã desta sexta-feira (24), a Polícia Civil do Maranhão deflagrou uma operação que visa cumprir mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva contra alvos investigados de participarem de uma associação criminosa que ofereceria vantagens para presos do sistema prisional de São Luís. Um policial penal e duas outras duas pessoas foram presas como resultado da ação. 

Segundo as investigações da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção(SECCOR), dois policiais penais e familiares de um deles teriam envolvimento em extorsões praticadas contra presos. Consta que o grupo obteve vantagens financeiras junto a presos para viabilizar a entrada de aparelhos celulares dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, além de influenciarem nos processos de saídas temporárias indevidas. Segundo as investigações, o esquema criminosos se sustentou entre os anos de 2019 e 2021.

Ainda segundo as informações da polícia, além da prisão de um dos policiais penais, a Polícia Civil do Maranhão também prendeu duas pessoas que seriam parentes do mesmo e que integravam a quadrilha. Após serem submetidos aos processos legais na SECCOR, os presos devem ser recambiados à Unidade Prisional de São Luís.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias