CORONAVÍRUS

No Maranhão

4074
184668
177115
4014
FEMINICÍDIO

Homem mata mulher e morre em confronto com a PM

Ele já tinha uma condenação por feminicídio, crime ocorrido em 2011

Foto: Reprodução

O crime aconteceu no bairro Vila Nova, na madrugada de ontem (13). Vizinhos chamaram a polícia com a denúncia de violência doméstica e quando a Patrulha Maria da Penha chegou ao local solicitou o reforço do Grupo de Operações Especiais (GOE) para que um homem se entregasse, ele estava com a companheira Rosa da Silva em cárcere privado.

Após várias tentativas de negociação, a PM acabou tendo que invadir a residência e ao adentrar na casa, o homem reagiu. Ele foi morto a tiros no confronto com a polícia.  Rosa ainda foi encontrada com vida, mas não resistiu às várias facadas desferidas pelo companheiro e morreu na ambulância, a caminho do hospital.

O companheiro de Rosa da Silva já tinha uma condenação pelo mesmo crime, feminicídio, fato ocorrido em 2011. Na época, ele foi condenado a 21 anos e 10 meses de prisão, em regime fechado, mas em 2008 conseguiu a progressão e estava atualmente como albergado, ia apenas dormir na Unidade Prisional de Imperatriz.

Outros casos de feminicídio em 2020

Os casos de violência contra a mulher têm crescido durante a pandemia, em Imperatriz, e preocupam mais ainda quando terminam de maneira trágica.

A morte de Rosa Silva é o primeiro caso de feminicídio no mês de setembro, mas este ano já foram registrados quatro casos em Imperatriz, três deles no mês passado. Duas vítimas do mês de agosto foram as irmãs Daiane da Mata bandeira e Gleice Ane da mata Bandeira, assassinadas a tiros pelo ex-marido de Gleice, que não aceitava a separação.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias