CORONAVÍRUS

No Maranhão

868
53508
25120
1285
PERNAMBUCO

Patroa paga fiança e é liberada após filho de doméstica cair de prédio

Criança de cinco anos morreu ao cair do 9º andar de prédio em Recife

Empregadora da mãe do menino que caiu do 9º andar no Recife foi autuada por homicídio culposo. (Imagem: Reprodução)

Em coletiva de imprensa, na tarde dessa quarta-feira (3/6), as autoridades policiais de Pernambuco informaram que a patroa da mãe da criança que morreu ao cair do 9º andar de um prédio em Recife, na tarde da terça-feira (2), foi detida ontem pela Polícia Civil de Pernambuco por suspeita de homicídio culposo (quando não há intenção de matar). Mas, após pagar fiança de R$ 20 mil, responderá em liberdade. 

De acordo com as autoridades, a mulher, que não teve sua identidade revelada, agiu com negligência e se omitiu de cuidar do menino enquanto a empregada doméstica saiu do apartamento para passear com o cachorro da família. Após pagar uma fiança de R$ 20 mil, a investigada obteve a liberdade provisória.

A polícia informou que impaciente à espera da mãe, o garoto tentou sair do apartamento, foi impedido pela primeira vez pela mulher, mas conseguiu se desvencilhar na segunda tentativa. Miguel desembarcou somente no 9º andar, onde aconteceu a tragédia.

Ainda de acordo com a polícia, a dona do apartamento estava em casa em companhia de outra mulher, que seria manicure. Foi informado, ainda, que quando a polícia chegou ao local, a cena do caso havia sido preservada e por ela foi possível afirmar que a morte de Miguel foi acidental.

A criança acompanhava a mãe ao trabalho porque a creche que ela estudava está com atividades suspensas devido à pandemia do novo coronavírus. O enterro do corpo do menino ocorreu ontem, no cemitério do distrito de Bonança, em Moreno, na região metropolitana do Recife.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias