INTERIOR DO MARANHÃO

Suspeito de ser mentor da chacina de ciganos em Coelho Neto é preso

Didoca é acusado de ser o mandante da chacina que aconteceu no dia 9 de junho em Coelho Neto, a 364 km de São Luís, que deixou quatro mortos e cinco feridos nas proximidades do Mercado do Produtor.

Reprodução

Antônio Carlos Sobral da Rocha, conhecido como “Didoca” e “Cigano”, foi preso pela Polícia Civil, na última sexta-feira (14), em Vitória do Mearim.

Leia também: Tiroteio contra uma família cigana deixa quatro mortos em Coelho Neto, no Maranhão

De acordo com informações, Didoca é acusado de ser o mandante da chacina que aconteceu no dia 9 de junho em Coelho Neto, a 364 km de São Luís, que deixou quatro mortos e cinco feridos nas proximidades do Mercado do Produtor.

O acusado já responde a outros processos por homicídio, porte ilegal de arma, assaltos a banco.

Em 2012, Antônio Carlos estava recebendo atendimentos no Hospital Socorrão II, algemado a uma maca, quando foi resgatado por outros criminosos que renderam o vigilante e levaram Didoca.

O caso

De acordo com a Polícia, no domingo (9), quatro homens estavam do lado de fora do Mercado do Produtor aguardando a família de ciganos deixarem o Mercado. Assim que saíram, os homens começaram os disparos que deixaram 4 mortos, entre eles uma criança, de 3 anos, atingido por um tiro na cabeça.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias