FEMINICÍDIO

Mulher é assassinada por não levar salgado à festa

A briga começou porque ela teria levado à festa um bolo em vez de um salgado, como era o combinado

Reprodução

Em uma festa junina em Sete Barras, no Vale do Ribeira, interior de São Paulo, no último sábado (15), a dona de casa Vanderléia Inácio do Santos, de 25 anos, foi morta a tiros na frente dos filhos após uma discussão com um homem de 47 anos.

Segundo informações da Polícia Civil, a briga começou porque ela teria levado à festa um bolo em vez de um salgado, como era o combinado. A dona de casa foi morta com três tiros depois da discussão.

“Depois da discussão, o homem foi até o carro, pegou a arma e atirou contra vítima”, informa o Boletim de Ocorrência. “Foram três disparos no rosto.”

Após o crime, o suspeito fugiu. Após o acionamento, a Polícia militar foi até o local, no bairro Onça Parda, e encontrou o corpo da vítima.

Reprodução/Facebok
Vanderléia deixa quatro filhos: uma menina 6 anos e três meninos, de 8 anos, 4 anos e um bebê de 10 meses.

Ainda segundo a Polícia, o suspeito se apresentou posteriormente, na terça-feira (18), já com o advogado e como ele fugiu no dia do crime, não houve flagrante, por isso, ele não foi preso.

O delegado tomou o depoimento e liberou o suspeito. O crime, registrado como homicídio qualificado, está em fase de inquérito. Após sua conclusão, a investigação será encaminhada ao Judiciário.

Segundo a delegacia, a polícia não se responsabiliza pela proteção do suspeito enquanto ele estiver em liberdade.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias