OPERAÇÃO SEMANA SANTA

Feriadão sem mortes nas estradas maranhenses

Operação Semana Santa foi realizada pela Polícia Rodoviária Federal de quinta-feira a domingo em todo país. No Maranhão foram registrados 9 acidentes com 15 pessoas feridas

Reprodução

Boa notícia para as estatísticas de trânsito no Maranhão. Durante a Operação Semana Santa não foi registrado nenhum acidente com vitima fatal nas rodovias federais, segundo a Polícia Rodoviária Federal (MA). No total, foram 9 acidentes resultando em 15 pessoas feridas. A operação, que aconteceu em todo o Brasil, começou na quinta-feira e encerrou no domingo, 21.

O saldo foi considerado positivo, em comparação com os anos anteriores em que foram registrados 20 acidentes, 21 feridos e 6 mortos, em 2018. Em 2017 aconteceram 14 acidentes que resultaram em 9 feridos e 3 mortos. Segundo a PRF. “as ações de fiscalização mais intensas e as de educação para o transito contribuíram para diminuir esses números”.

Logo na quinta-feira (18), foram registrados três acidentes que deixaram  seis pessoas feridas. Um acidente ocorrido na BR 135l deixou três pessoas feridas. Segundo a PRF, o excesso de velocidade pode ter sido um dos motivos da ocorrência, que vitimou gravemente uma criança e duas mulheres.

Na sexta (19), foi um acidente com um ferido. Ainda nesse dia, a PRF flagrou um veículo Toyota Corolla trafegando a 174km/h, velocidade muito acima da máxima permitida, que é de 110km/h para a BR-135/MA o local. Somente nesse dia, 152 veículos foram flagrados  excedendo a velocidade máxima permitida e outros  56 veículos foram autuados por transitar de farol apagado. Transitar com o farol baixo aceso é obrigatório, e a multa aplicada a condutores infratores é de R$ 130,16.

No sábado (20), foram registrados seis acidentes e sete pessoas ficaram feridas. No domingo, último dia da operação, não houve registro de acidentes. Porém, a PRF estava averiguando se a morte de uma pessoa ocorrida na região tocantina, perto de Açailândia, foi ocasionado por algum acidente de trânsito que ainda não havia sido registrado no sistema.

Durante os quatro dias de operação, a PRF contou com atividades para conter os acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, ao uso inadequado do cinto de segurança e às ultrapassagens indevidas. Como a abordagem que ocorreu no dia 20, em que a uma equipe da PRF flagrou um condutor embriagado. Após o envolvido ser submetido a exame de alcoolemia, constatou-se o teor de 0.96 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, sendo considerado, conforme a Portaria n.º 006/2002/INMETRO, o valor de 0.88 mg/L.

No dia 21, outra abordagem no km 543, da BR 316, flagrou motorista com teor de 0.74 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, alto para o valor de 0.68 mg/L, conforme a Portaria n.º 006/2002/INMETRO.

Na capital

No Domingo de Páscoa, o rapaz identificado apenas como Leônidas, de 28 anos morreu após colidir contra poste e sacar de caminhonete na Avenida dos Holandeses. No momento do acidente ele não estava usando cinto de segurança. Leônidas dirigia uma caminhonete.

Informações dos familiares do jovem dão conta de que ele perdeu o controle da direção da caminhonete, subiu o canteiro central, bateu em um poste de iluminação pública e sacou do carro. Posteriormente foi esmagado pelo poste que caiu na pista. O jovem morreu no local do acidente. 

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias