PRISÃO TEMPORÁRIA

Suspeito de feminicídio é preso no Anjo da Guarda

A prisão foi efetuada na manhã dessa sexta-feira, 22, no Alto da Vitória, região do bairro Anjo da Guarda.

O Departamento de Feminicídio da Polícia Civil do Maranhão cumpriu na manhã dessa sexta-feira, 22, o mandado de prisão temporária em desfavor de Rodrigo Dias Ferreira, de 24 anos.

A prisão foi efetuada por meio da Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa, SHPP, no Alto da Vitória, região do bairro do Anjo da Guarda, em São Luís. Rodrigo é o suspeito de assassinar a vítima Keyla Piedade Camelo, de 43 anos. O corpo de Keyla foi encontrado na manhã do dia 26 de dezembro de 2018, com uma corda no pescoço e apresentava sinais de de estupro e estrangulamento.

O acusado do crime, Rodrigo Dias.
Foto: SSP/MA

Na época, a família de Keyla informou que ela havia saído de casa na noite do natal, 25 de dezembro e estava desaparecida desde então. Entenda o caso. 

De acordo com a investigação do Departamento de Feminicídio, Rodrigo e Keyla não possuíam relações afetivas, mas a ocorrência foi considerado feminicídio pois houve abuso sexual. O crime aconteceu às margens da Avenida dos Portugueses, no matagal onde o corpo da vítima foi encontrado.

O autor do crime foi identificado por policiais do 5º DP do Anjo da Guarda através de fotografias que mostraram as vítimas que viram Rodrigo passando com Keyla em frente a um ferro velho no dia do seu desaparecimento. Ainda contra o suspeito, há um vídeo que mostra a mulher tentando fugir de suas investidas, enquanto ele pega em sua cintura.

Viviane Azambuja, delegada do Departamento de Feminicídio que conduz as investigações do caso acredita que o rapaz foi rejeitado ao tentar uma relação com a vítima. Keyla foi estrangulada com a alça da própria bolsa de acordo com as fotografias da cena do crime.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias