ITAPECURU MIRIM

Mãe é presa por não denunciar companheiro que abusava da filha

Os abusos aconteceram por pelo menos três meses e aconteciam dentro do ambiente doméstico. O casal foi preso

Ilustração

Uma mulher foi presa nessa terça-feira, 25, acusada de permitir que a filha de 14 anos fosse abusada sexualmente pelo padrasto. O caso aconteceu na cidade de Itapecuru Mirim/MA, distante 118 km de São Luís.

De acordo com a titular da Delegacia Especial da Mulher em Itapecuru, delegada Tainara Mendes Cunha, a mãe tinha conhecimento que seu companheiro, conhecido como “Zé Maru”, abusou por pelo menos três meses de sua filha, dentro de casa.

Após denúncia feita à polícia, o acusado foi preso em flagrante ainda em julho deste ano, mas as investigações continuaram, culminando com a prisão da mãe.

“A investigação foi então concluída com reunião de todas as provas necessárias a identificação da autoria, prova da materialidade e circunstâncias do crime. O Poder Judiciário, após manifestação do Ministério Público, deferiu o pedido e expediu o mandado de prisão, cumprido pela Polícia Civil na data de ontem, 25”, disse a delegada.

O casal será encaminhado para a Unidade Prisional da SEJAP de Itapecuru e aguardarão o julgamento presos. A pena para o estupro é de reclusão de 08 a 12 anos, quando a vítima é menor de 18 (dezoito) e maior de 14 (quatorze) anos (art. 213, §1º, Código Penal Brasileiro).

A Delegada Tainara Cunha destaca que é importante que as pessoas que saibam de casos de abusos sexuais contra menores auxiliem a Polícia Civil através de denúncias, possibilitando a proteção da vítima e a responsabilização dos envolvidos. Uma das formas de denunciar é através do DISQUE-DENÚNCIA, cujo sigilo é assegurado de forma absoluta. Em São Luís os números são (98) 3223-5800; 0300 31 35 800 para denúncia no interior, ou ainda disque 100.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS