FEMINICÍDIO

Acusado de assassinar maranhense se entrega à polícia

O crime aconteceu no último domingo, 26, em Itapoã, Distrito Federal. A vítima se relacionou com o acusado por 12 anos.

Reprodução Facebook

Eduardo Gonçalves de Souza, acusado de assassinar a mulher, a maranhense Maria Regina Araújo, 44 anos, com 20 facadas, se entregou à polícia na tarde de ontem, 30. Ele se apresentou na Divisão de Capturas e Polícia Interestadual, no Departamento de Polícia Especializada (DPE) acompanhado de uma advogada.

Souza deve ser ouvido 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) ainda nesta sexta, 31. Pesam sobre ele a acusação de feminicídio e tentativa de homicídio, por atentar também contra a vida de um, dos quatro filhos de Maria Regina.

Veja Também

Relembre o caso

O crime aconteceu no último domingo, 26, em Itapoã, Distrito Federal. A vítima se relacionou com o acusado por 12 anos. No dia 12 deste mês, Maria Regina denunciou o companheiro por ameaça. Eduardo foi enquadrado pela Lei Maria da Penha, mas permaneceu em liberdade. No dia 16 de agosto, a juíza Eugenia Christina Bergamo Albernaz negou medida protetiva para a vítima.

Reprodução Facebook

Duas semanas depois, Maria Regina perdeu a vida. Ela foi esfaqueada nas costas e no pescoço, na frente da filha do casal, de 8 anos. Ela foi enterrada em São Luís, onde vivem parte de sua família.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS