Pandemia

Número de mortes por covid-19 nos EUA supera 1 milhão

Número representa cerca de uma morte para cada 327 americanos.

Após vários meses de queda nos contágios no país mais enlutado do mundo, Estados Unidos registram há um mês um aumento diário de casos. (Foto: Reprodução/Robyn Beck)

Os Estados Unidos superaram a marca de um milhão de mortes por covid-19, anunciou a Casa Branca nesta quinta-feira (12), no momento em que o país, liderado por Nova York, a cidade mais afetada pelo coronavírus em 2020, deseja virar a página, apesar do leve aumento de casos desde o mês passado.

“Hoje alcançamos um marco trágico: um milhão de vidas americanas perdidas para a covid-19”, afirmou o presidente Joe Biden em um comunicado.

“Nós devemos permanecer vigilantes contra esta pandemia e fazer tudo para salvar o maior número possível de vidas, como fizemos com mais testes, vacinas e tratamentos do que nunca antes”, acrescentou Biden.

Após vários meses de queda nos contágios no país mais enlutado do mundo (seguido por Brasil, Índia e Rússia), Estados Unidos registram há um mês um aumento diário de casos.

A alta acontece em um contexto no qual a máscara deixou de ser obrigatória, embora o uso continue sendo recomendado em ambientes fechados, e a quarta dose da vacina está disponível apenas para pessoas com mais de 50 anos.

O aumento de casos é provocado por subvariantes da ômicron, mais transmissíveis que as cepas anteriores, embora os feitos pareçam menos graves em um país onde 66% da população está vacinada. O índice alcança 90% entre as pessoas com mais de 65 anos.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias