EM IMPERATRIZ

Motorista alcoolizada e sem CNH tenta “enganar” policiais na BR-010

Além de dirigir sem habilitação e com sinais de embriaguez, mulher entregou informações falsas para não ser presa.

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (19) manter a validade da aplicação de multa para os motoristas que se recusam a fazer o teste do bafômetro. (Foto: Divulgação/PRF-MA)

Na noite desse domingo (23), uma condutora foi abordada por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal durante patrulhamento ostensivo da BR-010, no km 248, em Imperatriz. A mulher dirigia sem possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e ainda estava com teor alcoólico acima do permitido no teste do bafômetro.

Num primeiro momento, a motorista alegou ser habilitada, forneceu o nome e o CPF para consulta, mas na checagem dos dados os policiais perceberam que a foto no sistema não conferia com a mesma pessoa.

Questionada sobre as informações prestadas à PRF, a infratora acabou confessando que não possuía habilitação e que havia fornecido o nome e CPF da irmã, com medo de ser presa. Ela ainda realizou o teste de alcoolemia, que resultou no teor alcoólico de 0,36 mg/L (miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões).

A condutora foi detida pelo crime de embriaguez ao volante (acima de 0,33 mg/L de álcool por litro) e encaminhada para a Polícia Civil de Imperatriz para os procedimentos de praxe.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias