Covid-19

Ministério muda plataforma para consulta sobre vacinação de crianças

Consulta foi migrada para a plataforma Gov.br.

Os equívocos ocorreram em todas as unidades federativas. (Foto: Freepik)

No mesmo dia em que abriu a consulta pública sobre a vacinação de crianças de 5 a 11 anos, o Ministério da Saúde comunicou na tarde desta sexta-feira (24) que teve de alterar a plataforma onde a sondagem foi disponibilizada.

Segundo a pasta, devido ao grande número de acessos, a consulta teve de ser migrada para a plataforma Gov.br. Foi criado um novo link para acessar o formulário e deixar as contribuições 

A consulta pública ficará aberta até dia 2 de janeiro. A possibilidade de imunização de crianças de 5 a 11 anos foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 16 de dezembro.

O governo abriu a consulta não somente a profissionais como a leigos. Ontem (23), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, defendeu a consulta e afirmou que as mortes de crianças por covid-19 ainda estavam em um patamar que não exige ações emergenciais.

Entidades médicas se posicionaram pela inclusão da imunização desse público-alvo no Programa Nacional de Imunizações (PNI). As sociedades brasileiras de Pediatria (SBP), Imunizações (SBIm) e de Infectologia (SBI) se manifestaram favoráveis à vacinação de crianças “por entenderem que os benefícios da vacinação na população de crianças de 5 a 11 anos, com a vacina Comirnaty, no contexto atual da pandemia, superam os eventuais riscos associados à vacinação”.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias