Violência

Maranhão registra 14 ocorrências de crimes contra a mulher por dia

Órgão especializado no atendimento à mulher vítima de violência já emitiu até o dia 8 de novembro 3.744 medidas protetivas de urgência.

(Foto: Reprodução)

O duplo feminicídio registrado em Imperatriz na última terça-feira deixa o estado com 47 ocorrências desse tipo de crime neste ano, sendo 6 registrados na região metropolitana.

Na ocasião, o suspeito, que já foi preso pela Polícia Civil do Maranhão, assassinou a ex-companheira Rayanne da Silva Morais, de 29 anos, dentro de um salão de beleza a tiros em Imperatriz, além de matar uma funcionária do salão, Iraildes das Neves Nascimento,  e ferir outra.

Wlisses Lucena foi preso na Avenida Jacob, no bairro Vila Redenção II, em Imperatriz, horas após o crime. Em seguida, ele foi apresentado na Delegacia Regional para ser autuado por duplo feminicídio.

Rayane chegou a ser socorrida e levada para um hospital do município, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo a polícia, a outra mulher que morreu durante o crime, trabalhava como diarista e havia começado a trabalhar no salão há poucos dias. As investigações apontam que o suspeito não se conformava com o fim o relacionamento com Rayane. No fim de semana, a vítima chegou a registrar um boletim de ocorrência após sofrer ameaças do ex-namorado.

Também no último dia 12, a Polícia Civil do Maranhão cumpriu um mandado de prisão preventiva contra um contra um homem investigado pelo crime de tentativa de feminicídio na cidade de Santa Inês.

Segundo as investigações, a vítima teria se recusado a ter um relacionamento amoroso com o indivíduo e por isso, meses atrás teria a ferido a vítima com um golpe de machado na região da cabeça. No último dia 31 de outubro, ele efetuou um disparo de espingarda de fabricação caseira, causando lesões na coxa e nas nádegas. 

Após o último fato, a vítima compareceu à Delegacia de Polícia Civil em Santa Inês, onde registrou a ocorrência e pediu providências. O preso foi encaminhado à unidade prisional de Santa Inês, onde deverá permanecer à disposição da justiça.

3.020 medidas protetivas de urgência expedidas

De acordo com os dados da 2ª Vara da Mulher, de 1º de janeiro a 8 de novembro deste ano foram expedidas 3.020 medidas protetivas de urgência, um número um pouco maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, 2961.

Outros dados da Delegacia da Mulher, que funcionam 24h e emitem MPU também apontam 3.744 documentos, que visam assegurar a proteção da mulher. Também no mesmo período foram efetuadas 504 prisões em flagrante e registrados 5.392 boletins de ocorrência, uma média de 14 boletins por dia. No ano passado foram feitos 53.575 atendimentos. Neste ano, até então, 44.054, sendo que somente na Delegacia da Mulher, apenas no mês de setembro, foram feitos 1.259 atendimentos.

Vale lembrar, que no Maranhão está ocorrendo a V Semana Estadual de Combate ao Feminicídio com várias atividades de conscientização e informativas sobre a violência contra a mulher. A programação do evento segue até o dia 21 de novembro, encerrando com a 1ª corrida de Combate ao Feminicidio, na Avenida Litorânea. “Todos os dias, nós mulheres estamos sendo mortas pelo simples fato de sermos mulheres. O feminicídio ocorre em decorrência da violência doméstica e familiar, mas também em decorrência do menosprezo e discriminação à condição de mulher. Precisamos levar informação sobre relacionamentos abusivos, violência doméstica, feminicídio e o quanto essa realidade infelizmente ainda está muito próxima de nós”, disse  Susan Lucena, diretora da Casa da Mulher Brasileira.

Se você viu ou ouviu alguma situação de violência, denuncie!

Central de Atendimento à Mulher – Disque 180
Polícia Militar 190
Disque Denúncia São Luís – (98) 3232-5800
Disque Denúncia Interior – 0300 31 35800
Delegacia Especializada da Mulher – (98) 99187-6622
Casa da Mulher Brasileira – (98) 98425-8469 / 98409-8557
Patrulha Maria da Penha – (98) 99219-3671 / 99175-1762
Ouvidoria da Semu – (98) 984271002 / 9842736812

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias