CORONAVÍRUS

No Maranhão

2623
306952
267991
8681
"United Central Slz"

Equipe maranhense de Free Fire é campeã nos Jogos Universitários Brasileiros

“Na semifinal, não tivemos que vencer somente nossos adversários no jogo, mas também, o preconceito com os maranhenses no chat da transmissão”, conta o time.

Integrantes da UCS no Jubs 2021. (Foto: Reprodução/Instagram)

Wanderson Lima, de 19 anos, Rodrigo Eduardo, de 20 anos, Miguel Fillipo de 19 anos, Melquisedec Martins, de 19 anos, e Vinicius Lopes, de 22 anos. Esses são os maranhense que compõem a equipe United Central Slz (UCS).

O time conta que tudo começou em 2020, quando Rodrigo Eduardo, capitão da equipe, soube de um campeonato de Free Fire universitário, e decidiu participar. Desde então, foram adicionados os outros membros.

“Participamos apenas de um campeonato online e depois disso nunca mais jogamos juntos. Foi então que em fevereiro, um dos administradores do jubs 2021, entrou em contato com Ludianderson (Presidente) informando sobre a realização desse grande campeonato. Ludianderson então avisa Rodrigo (capitão) sobre o ocorrido e prontamente se dispôs em reunir as mesmas pessoas que jogaram antes”, conta a equipe.

Foi assim que começou a trajetória no Jogos Universitários Brasileiros (Jubs). A equipe ainda não tinha nome, mas o talento era notável. Nos treinos, a equipe conta que eles conseguiram se sair melhor do que equipes grandes que já jogavam juntos há anos. Todos se empenharam muito, estudaram muito, treinaram e praticaram noites e noites para alcançar a excelência. Na primeira fase online da competição, a equipe ficou em primeiro lugar.

“Na primeira fase tivemos uma queda ruim, mas conseguimos nos recuperar e assumir o topo da tabela. Na segunda fase online, que era confronto direto entre duas equipes, conseguimos vencer sem dificuldades e avançamos para as quartas de final. Mantendo a mesma configuração (squad versus squad), chegamos nas quartas de final e vencemos por 2 round a 0 na melhor de 3 e nos classificamos para as finais em Brasília”, explica a equipe.

Foi aí que a equipe decidiu se chamar de UCS e oficializaram esse nome. Apenas quatro membros poderiam ir até Brasília disputar as finais, então, depois de uma seleção, Rodrigo, Vinícius, Wanderson e Miguel foram representar a equipe em Brasília.

“Nos juntamos, personalizamos nossas camisas e máscaras com recurso próprio e mesmo sem apoio, fomos representar nosso estado com garra e determinação. Chegamos até Brasília com a força e o apoio dos nossos amigos, familiares e duas professoras em específico. Fernanda Noronha e Daniela Flexa. Chegando lá, nos deparamos com uma estrutura incrível e uma hospedagem impressionante”, ressalta a equipe.

Os membros da UCS relevaram, ainda, que tiveram que não tiveram que vencer somente os adversários do jogo, mas o preconceito por serem maranhenses.

“Na semifinal, não tivemos que vencer somente nossos adversários no jogo, mas também, o preconceito com os maranhenses no chat da transmissão. Mas nossa torcida não desanimou e mandou toda a força que nós precisávamos para vencer a semifinal sem dificuldades”, relata a equipe.

Grande final do Jubs 2021. (Foto: Divulgação)

Na grande final do maior campeonato universitário do Brasil, a UCS não deixou ser abalada e partiu pra cima, garantindo a vitória e trazendo mais um título para o Maranhão.

“Nossa equipe estava preparada e nossa torcida também. Colocamos a camisa do nosso presidente na mesa e fomos para o jogo! Vencemos o primeiro round sem dificuldades nem uma, mas no segundo round, perdemos um pouco o foco e perdemos. Até que respiramos fundo e mostramos o que a gente sabe fazer de melhor! Vencemos os dois últimos rounds e finalizamos o campeonato trazendo o troféu para o nosso estado”, finaliza a equipe.

VER COMENTÁRIOS
Entretenimento e Cultura
Esportes
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias