CORONAVÍRUS

No Maranhão

2623
306952
267991
8681
Ex-BBB

Após ataques homofóbicos, Gil recebe homenagem dos jogadores do Sport Club do Recife

O ex-BBB, que é torcedor do time, recebeu homenagens dos jogadores após sofrer ataques feitos pelo conselheiro Flávio Koury.

Sport Club do Recife fazem homenagem ao ex-BBB, Gil Nogueira. (Foto: Reprodução)

Nesse domingo (16), Gil Nogueira foi homenageado pelos jogadores do Sport Club do Recife. Durante o primeiro jogo da final do Campeonato Pernambucano, após Everaldo marcar um gol, os atletas do time fizeram a coreografia tchacki tchaki, do ex-BBB.

Antes desse momento, os jogadores do Sport já haviam feito homenagens ao Gil, incluindo a frase Gil do Vigor em todas as camisas do time, além de terem entrado em campo com uma faixa: “Não à homofobia”.

Vítima de homofobia

Na última semana, Gil foi alvo de ataques homofóbicos de conselheiros do Sport Club do Recife. As ofensas foram feitas por Flávio Koury,

O ex-BBB, que é torcedor do time, foi convidado para conhecer o estádio e também a loja do time. Lá, ele posou para fotos, deu entrevista e fez a famosa coreografia tchaki tchaki. O vídeo da visita gerou pouco mais de 1,2 milhão de visualizações nas redes sociais do clube.

No áudio de teor homofóbico, o conselheiro parece revoltado com a dança de Gil. “Se ele tinha feito essa dancinha na casa dele ou no bordel, eu não estava nem aí. Foi dentro da Ilha do Retiro, né rapaz? Isso é uma desmoralização! Isso é ausência de vergonha na cara. É isso que estamos vivendo. Não tem mais respeito por pai e filho. É a depravação. Isso é o retrato do que o PT deixou pra gente. É exatamente isso “, disse Flávio Koury em áudio.

“1,2 milhões [sic] de pessoas achando que o Sport só tem viado, só tem bicha. Vai vender é a camisa. A viadagem todinha vai comprar. Vai ser lindo! Se ele tinha feito a dancinha na casa dele ou no bordel, eu não estava nem aí. Foi dentro da Ilha do Retiro, né rapaz? Isso é uma desmoralização! Isso é ausência de vergonha”, finalizou o conselheiro.

Após o vazamento do áudio, Flávio Koury pediu desculpas à Gil. “Em uma conversa acalorada de um grupo privado do Sport, do qual sou conselheiro, eu proferi algumas palavras que podem ter atingido alguém. Em razão, quero de imediato pedir desculpa a todos e, especialmente, uma pessoa de Gil do Vigor, que não tinha absolutamente nada a ver com a conversa e viu-se involuntariamente nada acontecimento “, disse Flávio em vídeo que circula nas redes sociais.

“Então, Gil, receba as minhas desculpas. Você, sua mãe, dona Jacira, seus fãs, seus admiradores, seus demais familiares ea todos”, acrescentou.

VER COMENTÁRIOS
Entretenimento e Cultura
Esportes
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias