REVOLTA

Governador Flávio Dino afirma ter sido ameaçado de morte após nomeação de policiais

Segundo ele, quando ocorre a nomeação de novos profissionais para a polícia, recebe xingamentos, agressões verbais e desta vez ameaça de morte

Foto: Reprodução.

Nesta sexta-feira (25) o governador do Maranhão, Flávio Dino, contou sobre ter sido ameaçado de morte, caso que agora está sendo investigado pela polícia. Segundo ele, quando ocorre a nomeação de novos profissionais para a polícia, recebe xingamentos, agressões verbais e desta vez ameaça de morte.

Em sua rede social do Twitter, ele conta sobre a situação:

Entendo o desejo de integrantes do cadastro de reserva da PM em serem nomeados. Normal. Contudo, temos leis federais a cumprir. E de nada adianta xingar, agredir ou ameaçar. Aliás, são condutas bem estranhas para quem sonha em ser policial algum dia”, disse o governador.

O Governo do Maranhão nomeou 142 novos profissionais na última segunda-feira (21), dentre eles delegados, investigadores, escrivões e 40 policiais militares. De acordo com informações, alguns aprovados deste concurso, realizado em 2017,  que compõem o cadastro de reserva e ainda não foram chamados para nomeação, utilizaram as redes sociais para atacar Flávio Dino.

De acordo com o governador, existem dois parâmetros federais obrigatórios antes da nomeação de cadastro de reserva da PM, a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei Complementar 173. Ainda segundo ele, nomeação está sendo gradativa devido o limite de gastos e a reposição de recursos humanos.

 

 

 

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias